Vereadores reforçam problemas enfrentados em Rosário do Catete

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/06/2017 às 00:01:00

A presidente Amélia Resende (PSC), juntamente com o 1º secretário Elton Lima (PSC) e o líder da Oposição Professor Alex (PT), participou nessa sexta-feira (02) do programa Jornal da FAN 2º edição, na FAN FM 94.3 de Carmópolis. Os parlamentares foram entrevistados pelo radialista Jota Pereira, que abordou diversos assuntos sobre os problemas que a comunidade vem enfrentando devido à falta de conduta do prefeito Eltevino Barreto (DEM).

Entre os assuntos destacados, a presidente Amélia Resende falou sobre os boatos que rondam a cidade falando que os vereadores vêm “travando” os trabalhos da gestão municipal. “Isso não é verdade. Fazemos uma oposição com responsabilidade e estamos abertos ao diálogo, mas até o momento nenhum representante da Prefeitura apareceu na Câmara para falar sobre os projetos apresentados”, esclareceu.

Também os vereadores fizeram questão de deixar claro para a população de Rosário do Catete que a Casa vem trabalhando a favor da comunidade, apresentando e analisando projetos e cobrando da gestão mais empenho nos serviços prestados. “Queremos cada vez aproximar a Câmara da comunidade e não podemos aceitar certas coisas que vem acontecendo. Não vamos assinar um ‘cheque em branco’ para que o prefeito Vino possa fazer o que bem entender na Prefeitura”, destacou.

Também participaram o 1º secretário Elton Lima e líder da Oposição Professor Alex. Ambos falaram sobre os desdobramentos sobre o Processo Seletivo que foi prorrogado pela Prefeitura e também no atraso dos pagamentos dos salários dos servidores da Empresa Estrela. Os vereadores também questionaram sobre o remanejamento de orçamentos e também o não pagamento dos Programas Sociais.

Os vereadores foram claros em dizer que vão acompanhar os encalços sofridos por servidores municipais e também a resolução do problema que envolve os pagamentos das rescisões trabalhista dos empregados da Empresa Estrela, que o prefeito implica em pagar. “Não somente esses, mas também a questão dos terrenos do loteamento Esperança que também não foram resolvidos e queremos que a Prefeitura tome uma posição”, cobra o Professor Alex.

Ao final, os parlamentares destacaram a importância de se fazer um trabalho transparente à frente da Casa e aproximar cada vez mais a população de Rosário aos trabalhos do Legislativo municipal. “Essa é a nossa principal intenção. Queremos que a Casa represente o povo e cobre da Prefeitura mais atenção para comunidade, algo que não vem acontecendo”, espera o vereador Elton Lima.