João Daniel participa do lançamento da Frente Suprapartidária em Defesa dos Bancos Públicos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 14/06/2017 às 00:19:00

o deputado federal João Daniel (PT/SE) participou nesta terça-feira (13) do lançamento da Frente Parlamentar Suprapartidária em Defesa dos Bancos Públicos, que aconteceu durante o seminário “Estratégias para financiar o desenvolvimento”. Para o parlamentar, que é membro-fundador da Frente, é fundamental, neste momento, todas as forças progressistas do Brasil estarem organizadas em defesa da soberania nacional.

 “Não há como construir uma nação com programas e projetos de desenvolvimento econômico, social e estruturantes em todas as áreas se não tivermos bancos estatais fortes, que tenham força de colocar juros baixos, que tenham condições de implementar políticas públicas nacionais, a exemplo do que fez a Caixa Econômica Federal com o programa Minha Casa Minha Vida rural e urbano, Prouni, Fies, Bolsa Família, enfim, todos os programas que o governo federal implementa”, avaliou João Daniel.

 Segundo o deputado, os bancos estatais no Brasil cresceram e foram fortes durante os governos Lula e Dilma Rousseff, mas, lamentavelmente, disse ele, neste momento o governo Michel Temer eleva a taxa de juros, em especial a TJLP, para privilegiar a pauta dos grandes bancos privados. “Por isso o fechamento de agências e o enfraquecimento dos bancos estatais, porque ele governa a serviço dos grandes bancos privados nacionais”, disse.

 A importância das agências de bancos públicos para os municípios também foi destacada pelo deputado João Daniel, uma vez que quase sempre as instituições privadas não têm interesse em se instalar em cidades pequenas. Segundo ele, é fundamental a presença de uma agência da Caixa ou Banco do Brasil, por exemplo, nessas localidades. “A população do município, os servidores, quando não tem agência, vão receber seus recursos em outras cidades e aí não compram em seu município de origem e, consequentemente, a economia local não gira”, observou o parlamentar.

 A proposta, de acordo com João Daniel, é fazer o lançamento dessa Frente nos Estados, indo até os municípios, mostrando essa importância dos bancos públicos. “Queremos ajudar a organizar essa Frente nos municípios, junto com a sociedade civil, sindicatos e as centrais sindicais. E, em Sergipe, faremos esse lançamento, em defesa dos bancos públicos, em especial o Banese, Banco do Nordeste, Caixa e Banco do Brasil”, disse. A Frente está sendo coordenada pelo senador Lindbergh Farias (PT/RJ), que ressaltou que ela é mais um instrumento de resistência. “Temos que impedir a destruição dos bancos públicos”, declarou.