Três assassinatos na mesma noite em Itabaiana provocam apreensão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/07/2017 às 00:31:00

Gabriel Damásio

 

Na noite desta quarta-feira, dois crimes provocaram mais três assassinatos em Itabaiana (Agreste), despertando a atenção da polícia e o medo na população da cidade serrana, que já contabiliza 47 vítimas de homicídios neste ano. Nos dois casos, os assassinos usaram armas de fogo e emboscaram as vítimas no meio da rua. Equipes da Delegacia Regional de Itabaiana e do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) já começaram a investigar os homicídios e trabalham com algumas hipóteses, ainda mantidas em sigilo.

As mortes aconteceram num intervalo de apenas uma hora, entre 19h e 20h. O caso de maior destaque teve como vítimas os jovens Reinan Prata Santos, o ‘Xenon das Queimadas’, 21 anos, e Flávio de Jesus Lima, 27, baleados por volta das 20h na Rua Percílio Andrade, centro do município. Menos de uma hora antes, no bairro Açude Velho, foi morto o ex-presidiário Aderlan David Miguel do Nascimento, o ‘Derlan do Mutirão’, 21 anos. Por meio da Secretaria da Segurança Pública (SSP), a unidade confirmou que os três homens mortos já tinham envolvimento com a prática de crimes.

Um deles, Aderlan, respondia a processos por tráfico de drogas, roubos e homicídios. Ele tinha sido preso pela própria Polícia Civil em 2 de fevereiro deste ano, acusado de ter tentado matar uma mulher no bairro Mutirão. Em 14 de junho, o preso foi autorizado pelo juiz Paulo Teles Barreto, da 1ª Vara Criminal de Itabaiana, a reponder ao processo em liberdade, desde que cumprisse algumas medidas cautelares. Aderlan deixou a prisão na segunda-feira. No dia seguinte, por volta das 19h10 no Açude Velho, ele foi abordado por um desconhecido e morreu depois de levar um tiro no peito. 

Os outros dois jovens executados eram apontados pela polícia como autores e participantes de crimes de homicídio, tráfico, roubo de cargas, além de serem ligados a um foragido conhecido como ‘Toninho’, considerado de alta periculosidade e assassinado recentemente em São Paulo (SP). Na noite de anteontem, Reinan e Flávio estavam a bordo de uma moto e, segundo testemunhas, foram perseguidos por um carro pelas ruas do centro, até serem alcançados na Percilio Andrade. Ali, os ocupantes do carro dispararam vários tiros de pistola calibre 380. A dupla também morreu no local e os matadores fugiram.

Ainda segundo a SSP, as três mortes de anteontem não têm qualquer relação com o duplo homicídio ocorrido na madrugada desta terça-feira, dentro de uma enfermaria do Hospital Regional Pedro Garcia Moreno, em Itabaiana. Na ocasião, o ex-detento  Gladeston Wanderson de Jesus Santos, o ‘Turu’, 20, e seu acompanhante Franklin Teixeira de Jesus, 21, foram executados por dois bandidos armados que, segundo a direção da unidade, enganaram os recepcionistas identificando-se como policiais civis. A secretaria informa que as investigações estão adiantadas e as equipes da Regional de Itabaiana estão empenhadas no caso.

 

Mais um crime – Na manhã de ontem, por volta das 10h, aconteceu o sexto assassinato em três dias na cidade serrana. O autônomo José Teles de Menezes, 51, o ‘Zezé’, morreu ao ser atacado por dois motoqueiros armados, em frente a uma casa no povoado Rio das Pedras, junto à pista de acesso ao Parque dos Falcões. Segundo a policia, ele estava sentado na calçada e conversava com um amigo, quando a dupla se aproximou da casa e o garupa abriu fogo. ‘Zezé’ foi atingido no peito e na cabeça, morrendo antes da chegada do socorro médico. Segundo a polícia, a vítima não tinha nenhuma passagem pela polícia e trabalhava no campo, com o próprio sítio. Os motivos do crime ainda são desconhecidos da delegacia regional, que também já iniciou as investigações.