BURRA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 31/08/2012 às 02:55:00

1 - "Muitas vezes é a falta de caráter que decide uma partida. Não se faz literatura, política e futebol com bons sentimentos..." A frase é de Nelson Rodrigues, que completou centenário de nascimento, com suas crônicas sendo tão atuais como nunca. Nelson era cronista esportivo, mas, começou na imprensa carioca como repórter policial de onde acumulou experiência para escrever suas peças a respeito da sociedade sendo a que lhe deu mais projeção no cenário teatral foi Vestido de Noiva que trazia, em matéria de teatro, uma completa renovação nos palcos brasileiros. Quando começou a escrever crônicas esportivas, marcou toda sua paixão pelo futebol.

2 - Esse pernambucano de Recife, Nelson Rodrigues, era um cronista que procurava a tradução em palavras a dimensão épica da maior paixão brasileira - o futebol. Não se preocupava com os esquemas táticos. Pouco interessava a distribuição de zagueiros ou atacantes, o que importava a escalação do adjetivo certo na frase certa. Não gostava de perder tempo com miudezas. Ele, Nelson Rodrigues escreveu uma vez: "em futebol, o pior cego é o que só vê a bola. Às vezes, num corner bem ou mal batido, há um toque evidentíssimo do sobrenatural". Quando em vida bastante criticado, principalmente, pela tese "Nem todas as mulheres gostam de apanhar, só as normais." e por ser um critico ferrenho de Fidel, Stalin que achava parecido com Hitler. Hoje, todos aplaudem sem a unanimidade ser burra.

Meio de Campo
IDADE MÁXIMA  

A imposição de um limite de idade para o presidente e os executivos da Fifa está sendo discutida dentro da entidade. Segundo gente com trânsito na federação, a proposta é impedir que cartolas com mais de 72 anos sejam eleitos.

SITUAÇÃO INCOMODA
O vento definitivamente virou na Colina. Com a derrota para o Grêmio por 2 a 0, o Vasco completou cinco jogos sem triunfar. A situação incomoda e o time enfrenta obstáculos para impedir a crise. Uma vitória sobre a Portuguesa, amanhã, às 21h, em São Januário, é imprescindível para aliviar a pressão sobre o comando do futebol e manter a equipe no G-4 do Campeonato Brasileiro.

Cartão Amarelo
Os dois times da capital perderam. Cotinguiba e Aracaju foram goleados e caíram de quatro.

Cartão Vermelho
Sergipe ainda não definiu como ficará nestas férias forçadas. Sem jogo a torcida abandona

Gol de Placa
Goleiro Fábio, que mostrou no jogo contra o Sergipe que ainda é bom, terá o seu contrato renovado pelo Confiança.