“Participa São Cristóvão” convoca a população para decidir o futuro do município

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 22/07/2017 às 00:01:00

A Prefeitura de São Cristóvão, em parceria com a Universidade Federal de Sergipe (UFS), convida todos os sancristovenses para integrarem o “Participa São Cristóvão” – elaboração do Plano Plurianual (PPA) do município, onde de forma democrática todos os cidadãos serão ouvidos e participarão da elaboração das diretrizes do município para os próximos anos. Na prática é traçar o caminho a ser seguido pela gestão municipal levando em consideração a necessidade da população.

Nas audiências, dentro da construção do PPA, serão abordados temas relacionados à: Saúde e Assistência Social, Educação e Cultura, Infraestrutura e Meio-Ambiente e Desenvolvimento Econômico. “No período de 27 de julho até 06 de agosto estaremos realizando o “Participa São Cristóvão”, que são as audiências públicas para elaboração do nosso PPA referente aos anos de 2018 a 2021. O ineditismo desta ação é que estamos realizando as audiências em parceria com a UFS, através das Empresas Juniores de: Economia, Administração, Secretariado Executivo e Publicidade (além da participação das Empresas Juniores dos cursos de Engenharia Civil e Engenharia Ambiental). Um dado importante é que somos o segundo município no país a utilizar este modelo de parceria entre Universidade e Prefeitura trabalhando no PPA”, informou o prefeito Marcos Santana.

Segundo explicou o coordenador do Núcleo de Empreendedorismo da UFS, o professor Augusto César Vieira dos Santos, a parceria universidade/gestão municipal possibilitará trazer mais desenvolvimento para a cidade e seus moradores, provocando uma inserção da UFS no contexto de pertencimento da sua própria identidade. “Trata-se de uma ação de grande importância, pois vai inserir a universidade no desenvolvimento do município ao qual ela pertence. É uma forma de transformar o conhecimento adquirido pelos alunos em sala de aula em práticas realmente, transformando a partir da elaboração do PPA, de forma democrática, a realidade dos moradores, contando para isto com a população na elaboração do projeto”, enfatizou.

A UFS e suas empresas juniores atuarão de forma técnica, a partir de um plano de trabalho (atividades) facilitando o contato da população com os meios legais para a construção do PPA.