Preso estelionatário que aplicou golpes de R$ 300 mil em Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/09/2012 às 12:01:00

A delegada do Departamento de Defraudações e Combate a Pirataria (DDCP), Maria Pureza Machado, detalhou na manhã de ontem a investigação que culminou com a prisão do carioca Ocacino Guimarães Ribeiro, 55 anos, acusado de crime de estelionato. Ele foi detido nesta quarta-feira em Jaboatão dos Guararapes (PE), em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela 9ª Vara Criminal de Aracaju. A ação foi realizada por agentes do DDCP e da Divisão de Inteligência Policial (Dipol), com apoio da Polícia Civil pernambucana. O acusado já foi trazido para Aracaju e está detido em uma delegacia, à disposição da Justiça.

Segundo Pureza, Ocacino, utilizando documentação falsa com o nome de Cassiano Mendes Ribeiro, e juntamente com um comparsa, identificado como Basilio Capeticow, que se passava como Emílio Rios de Souza, instalaram-se em Aracaju na condição de sócios da empresa Distribuidora de Alimentos VIP Ltda. Eles aplicaram golpes em fornecedores e geraram um prejuízo econômico estimado em R$ 300 mil. "Eles se instalaram em Aracaju no mês de dezembro de 2010 e aqui alugaram casas e dois galpões, onde montaram a empresa Vip de Alimentos. Em dezembro de 2011 fecharam as portas da empresa e foram embora sem fornecer explicações aos seus credores", disse Pureza.

O Departamento foi acionado em janeiro deste ano depois que diversas vítimas, representantes de empresas distribuidoras de produtos alimentícios e de limpeza, compareceram para informar que sofreram golpes da distribuidora VIP. Durante as investigações, foi constatado que Basilio morreu em um acidente de carro em 1º de janeiro deste ano na BR-315, em Caxias (MA). Já Ocacino estava estabelecido em Jaboatão, com seu nome verdadeiro e era proprietário de duas empresas. "As investigações prosseguem, pois outras pessoas estão envolvidas no golpe", finalizou Maria Pureza.