Comércio reclama do fechamento de rua no centro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/09/2012 às 12:03:00

Monique Oliveira
moniqueoliveira@jornaldodiase.com.br

Após a proibição de estacionar em algumas ruas do centro da Capital, os lojistas aracajuanos estão reclamando que um trecho, interditado há quatro meses, na Rua José de Prado Franco,  tem causado transtorno ao comércio. De acordo com o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio de Sergipe (Sindilojas), Gilson Figueiredo, a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) isolou o local alegando que estava sendo realizado um estudo para algumas modificações, mas até agora nada foi apresentado aos lojistas.
"Até agora nada foi feito nada e nem desobstruíram o local. Estamos esperando que reabram ou nos informe quais serão essas mudanças", informou Gilson.

Com relação à criação de vagas para estacionar no centro comercial, o presidente do Sindilojas ressaltou que ainda não existe proposta por parte da PMA, mas o órgão flexibilizou vagas para estacionar em um dos lados da Rua Arauá, no horário das 9h às 16h. O mesmo ocorre para Rua Geru, mas sem horário estabelecido.
"Eles dizem que estão analisando mas não definiram nada. Acredito que não vão resolver porque tem que criar obras de infraestrutura", lamentou Gilson, acrescentando que a PMA tem um projeto que pretende criar vagas na região do Mercado Albano Franco.
Na época da mudança, ele contou que os lojistas tiveram prejuízos de mais de 20%.