Discussão do modelo de pesquisas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 10/08/2017 às 00:28:00

Ontem a Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor do Senado aprovou requerimento de audiência pública para discutir o modelo utilizado nas pesquisas eleitorais encomendadas aos institutos de pesquisa eleitoral no Brasil.

Para o debate, foram convidados Mauro Paulino, diretor do Datafolha; Carlos Augusto Saade Montenegro, presidente do Ibope; e Antônio Lorenzo Martinez, diretor do Serpes Pesquisa de Opinião e Mercado.

Também foram convidados o ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE); Ricardo Wahrendorf Caldas, mestre em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB); e Luiz Carlos da Rocha, presidente do Conselho Federal de Estatística.

O autor, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), disse que as pesquisas eleitorais quase sempre se distanciam muito da realidade apurada nas urnas. Para ele, é fundamental entender como são feitas para a completa compreensão dessa ferramenta tão importante para o exercício da democracia.

Essa discussão sobre pesquisas, a um ano e três meses das eleições de 2018, é bem pertinente. É preciso repensar os seus métodos, muitas vezes equivocadas e com grandes prejuízos para alguns candidatos.

Nas eleições de 2014, por exemplo, o candidato ao Senado Rogério Carvalho (PT) disputava a única vaga de senador com Maria do Carmo Alves (DEM) e aparecia sempre muito atrás. Uma das últimas pesquisas do Ibope, realizada em setembro, mês que antecedia ao pleito, Maria aparecia com 41% das intenções de votos e Rogério com apenas 20%.

Aberta as urnas, em 05 de outubro, Maria ganhou as eleições com apenas 3% de diferença. Ela obteve 448.102 votos e Rogério 416.988, uma diferença de apenas 31.114 votos.

Naquela eleição, Rogério foi extremamente prejudicado pelas pesquisas eleitorais. Isso porque muitos eleitores têm a filosofia de não votar em candidato que já “está perdido”, por acharem que não devem perder o voto.

 Quer queira quer não queira pesquisas eleitorais influenciam o eleitor, principalmente os indecisos.  E sabemos que algumas pesquisas podem muito bem ser “encomendadas”, basta que se pague uma boa grana.  Os danos são irreparáveis.

 Bom mesmo é que fossem proibidas pelo menos um mês antes das eleições, para evitar que eleitores sejam manipulados por elas e votem, realmente, naquele candidato que acredita que será melhor para governar o seu estado, o país e administrar sua cidade.

 Caso isso não aconteça é válido que se discuta os métodos das pesquisas para evitar maiores danos para candidatos e eleitores. 

 ................................................................................................................

 

Eleição na Câmara 1

O presidente da Câmara Municipal de Aracaju, Nitinho (PSD), pegou ontem os vereadores de surpresa ao convocar eleição da nova Mesa Diretora do segundo biênio desta legislatura (2019/2020) para esta quinta-feira, 10, às 11h, um ano e meio antes do segundo biênio. Com a convocação da eleição, a inscrição de chapa deve ocorrer até 12h antes do pleito, portanto, às 23h de ontem, conforme regimento interno da Casa.

 

Eleição na Câmara 2

Além do próprio Nitinho, estava trabalhando para formar uma chapa o vereador Vinícius Porto (DEM), que já foi presidente da Câmara nos quatro anos da legislatura passada e o responsável pela mudança no regimento interno da Casa para antecipação da eleição da Mesa.

 

Eleição na Câmara 3

Apesar do regimento interno da Câmara permitir a antecipação da eleição da Mesa Diretora, vários vereadores se mostraram insatisfeitos com isso e apenas um prazo de 24 horas para a realização do pleito. Ironicamente, um dos mais revoltados foi o próprio Vinícius, o que levou a Câmara a mudar o regimento para que a eleição da Mesa pudesse ser antecipada.

 

Ponto de vista 1

O líder da oposição na Câmara, vereador Elber Batalha (PSB), avalia que a antecipação da eleição é legal. “Mas quebra paradigmas e não é boa para a democracia. Acho que deveria acontecer no tempo certo: dezembro 2018”, disse à coluna, enfatizando que é um artifício utilizado por Nitinho para se reeleger. 

 

Ponto de vista 2

O vereador Iran Barbosa (PT) também se posicionou contrário ao processo eleitoral antecipado. “Do ponto de vista da razoabilidade não é aceitável que uma Mesa Diretora, que tem 24 meses de mandato a cumprir e que ainda está no oitavo mês de gestão, já convoque uma eleição para sua sucessão”, afirma.

 

Ponto de vista 3

Segundo Iran, do ponto de vista da legalidade, o artigo 84 da Lei Orgânica do Município determina que a eleição para a renovação da Mesa Diretora realizar-se-á em sessão especial, até o encerramento da Sessão Legislativa Ordinária do segundo ano da legislatura. “De acordo com este dispositivo, a partir do primeiro dia do segundo ano da legislatura é possível ser feita a eleição. No entanto, foi anunciado pela Mesa Diretora que amanhã [hoje], no meio do oitavo mês do primeiro ano da legislatura, acontecerá este processo. Isso é ilegal”, denuncia.

 

Ponto de vista 4

No entendimento do vereador Iran, o processo de eleição não pode acontecer ao arrepio da Legislação. “Não legitimarei este processo de amanhã [hoje], respeitando todos os pares deste Parlamento, porque entendo que não é correta a convocação para a realização desta eleição, porque há uma ilegalidade neste procedimento”.

 

Ponto de vista 5

Do líder do prefeito na Câmara, Antônio Bittencourt, sobre a antecipação da eleição da nova Mesa Diretora da Casa: “Essa colocação de eleição não é uma ação que defendo como líder do governo. É uma ação da própria mesa discutida com alguns vereadores. Todos sabem que o presidente Nitinho Vitale é um parceiro do Executivo e trata essa Casa com muita responsabilidade, seriedade e republicanismo. Ele tem avaliado a necessidade de antecipar uma eleição. Não existe ingerência ou necessidade de articulação com o Executivo”.

 

CPI do Lixo

Com a realização da sessão plenária de hoje da Câmara Municipal de Aracaju, ficam faltando apenas duas sessões para a instalação da CPI do Lixo. A menos que o desembargador Roberto Porto acate pedido da Mesa Diretora para suspender a decisão da juíza Simone Oliveira Fraga determinando a instalação da CPI. No Tribunal de Justiça caiu para Porto decidir o impasse no Legislativo Municipal entre situação e oposição.

 

Sucessão estadual 1

Informações chegadas à coluna dão conta que o ex-deputado estadual Marcos Franco (PMDB) tem interesse em ser suplente do governador Jackson Barreto (PMDB) na disputa para o Senado. O primeiro a manifestar interesse pela suplência de JB foi o ex-deputado federal peemedebista Sérgio Reis.

 

Sucessão estadual 2

Segundo a fonte, Marcos Franco além da pretensão política de ser suplente de Jackson, deseja lançar o ex-prefeito de Laranjeiras, Juca Bala, para deputado estadual.

 

Defesa da UFS e IFS 1

O governador Jackson Barreto e o deputado federal Fábio Reis (PMDB) estiveram ontem à tarde com o ministro Mendonça Filho (Educação) tratando da liberação de recursos para o custeio e a manutenção do Instituto Federal de Sergipe (IFS) e da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Segundo Fábio, o ministro informou que já liberou 70% do valor total do custeio e dará força para alcançar os 100%.

 

Defesa da UFS e IFS 2

“O ministro disse que a pasta está empenhada em garantir os recursos para a continuidade de sete obras do IFS, e enfatizou que o recurso para o Campus do Sertão da UFS, em Nossa Senhora da Glória, já está reservado no orçamento do ministério”, comemora Fábio.

 

Pelo interior do estado

Estará em Sergipe, nessa sexta-feira, o presidente nacional do Incra, Leonardo Góes. A convite do deputado federal André Moura (PSC), líder do governo no Congresso, Leonardo visitará os municípios de Japaratuba, Itaporanga D´Ajuda e Estância, onde entregará títulos de propriedade de terra a assentados e anunciará investimentos.

 

 

O que falar

O presidente Michel Temer recebeu na noite da última terça-feira, no Palácio do Jaburu, a futura procuradora-geral da República, Raquel Dodge. O encontro, ocorrido por volta das 22 horas, não constava da agenda oficial do presidente. A Presidência da República ainda não informou o motivo da visita da procuradora, que tomará posse em 17 de setembro, no lugar de Rodrigo Janot, alvo de um pedido de suspeição apresentado pela defesa de Temer.

 

Bom projeto

Projeto de lei que proíbe a venda de refrigerantes nas escolas do ensino fundamental, do 1° ao 9° ano, foi aprovado ontem pela Comissão de Constituição e de Justiça da Câmara (CCJ). O projeto, de autoria do deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG), está pronto para ser votado no plenário da Câmara e, se for aprovado, será encaminhado ao Senado para apreciação.

 

Veja essa...

No momento que o vereador Vinícius Porto (DEM) demonstrava descontentamento com a manobra regimental do presidente da Câmara, Nitinho (DEM), em antecipar a eleição da Mesa Diretora do biênio 2019/2020, um vereador chegou para ele no plenário e disse “O feitiço virou contra o feiticeiro”. É que foi Vinícius quem abriu o precedente para antecipação da eleição, quando foi presidente do Legislativo Municipal na legislatura passada.

 

CURTAS

 

Em reunião ontem, a Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) aprovou dois requerimentos de autoria do deputado Valadares Filho (PSB-SE).

 

O primeiro deles trata da participação de deputados membros da CINDRA da Ação Cívico Social da Marinha do Brasil (ACISO), a ser realizada em Neópolis, Propriá e Brejo Grande, no período de 14 a 26 de agosto.  O outro trata da participação de deputados da CINDRA no Congresso Brasileiro de Mineração, a ser realizado no período de 18 a 21 de setembro em Belo Horizonte.

 

Ontem, na tribuna do Senado, o senador Valadares (PSB-SE) pediu empenho do Governo Federal e do Congresso Nacional para o andamento de projetos para recuperação do Rio São Francisco. “Esse esforço tem o objetivo de impulsionar a economia da região promovendo crescimento e geração de emprego e renda nos municípios que dependem do rio”, afirmou.

 

No próximo dia 23 de agosto haverá uma audiência pública na Câmara dos Deputados sobre a transposição do Rio São Francisco. O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, vai participar da reunião para prestar contas sobre o empreendimento.

 

Aposentados e pensionistas do estado receberão seus vencimentos  referente ao mês de junho da seguinte forma: sábado, dia 12, recebem de forma integral 13.631 aqueles com vencimento de até R$ 3 mil. Os com remunerações superiores a R$ 3 mil, recebem esse valor dia 12 e o restante dia 23.