Acadepol treina policiais para investigar crimes financeiros e cibernéticos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/08/2017 às 00:43:00

A Academia de Polícia Civil de Sergipe (Acadepol) realizou nesta sexta-feira as atividades do 3º ciclo do Projeto Investigação Policial: estudos de caso, trazendo para o debate crimes cibernéticos e contra a administração pública. A capacitação propõe a análise de casos verídicos, investigados pela Polícia Civil sergipana, destacando métodos e técnicas utilizados que permitiram a elucidação de crimes de grande repercussão social. As instruções foram ministradas pela delegada Danielle Garcia, diretora do Departamento de Crimes contra Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), e pela delegada Rosana Freitas, coordenadora da Delegacia de Defraudações e Crimes Cibernéticos.

“Esse é o nosso terceiro ciclo, estamos consolidando a idéia de sempre estar trazendo para a Acadepol e disponibilizando para os policiais civis e colegas de outras instituições o debate sobre investigação policial, que é muito importante. Pretendemos sempre trazer o debate sobre casos concretos, pois há situações em que o policial trabalha em municípios onde ele não se depara com investigações mais complexas. Com esse ciclo, o policial tem a oportunidade de reproduzir o conhecimento nas investigações que vai enfrentar ao longo de sua carreira”, mencionou o delegado João Batista Santos Júnior, diretor da Acadepol.

Para Danielle Garcia, o projeto é inovador e importante para a carreira do policial que atua na área investigativa. “É uma iniciativa maravilhosa da Acadepol, são ciclos de palestras muito interessantes. É importante passar um pouco do conhecimento sobre como é desenvolvida uma investigação, o passo a passo, como foi elaborado o inquérito. Isso é muito importante para os policiais e parceiros que são inclusive aliados no combate à corrupção, no caso do Deotap. Os colegas que chegaram recentemente na instituição estão muito interessados em aprender e isso é muito satisfatório”, destacou a delegada que conduziu as atividades durante a manhã.