Vigas são içadas em pontes sobre o Rio Poxim

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Vigas estão sendo colocadas no Rio Poxim para construção de pontes. Foto: Jorge Reis/Seinfra
Vigas estão sendo colocadas no Rio Poxim para construção de pontes. Foto: Jorge Reis/Seinfra

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 13/08/2017 às 00:45:00

As obras do novo corredor viário de Aracaju iniciam uma nova etapa com o içamento das vigas nas duas pontes sobre o Rio Poxim. Executada pelo governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e em parceria com o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), a interligação das Avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto está orçada em R$ 40.184.425,70.

Os serviços de interligação de duas vias importantes da capital correspondem à construção de uma avenida com duas pistas de rolamento de nove metros de largura cada uma, dois passeios (2,5 metros cada), duas ciclovias (1,5 metro, cada), canteiro central com oito metros e iluminação pública, construção de duas pontes sobre o Rio Poxim e uma sobre o Riacho Pitanga, além de uma nova alça de concreto armado paralela ao viaduto do Detran, totalizando 3.950 metros de extensão.

De acordo com o secretário estadual da Infraestrutura, Valmor Barbosa, uma dos serviços mais complexos da intervenção está quase 50% executado. “Das 33 vigas pré-moldadas e protendidas que compõem o tabuleiro das duas pontes, 11 já estão montadas sobre o vão do rio, e nos últimos dois dias fizemos o içamento de cinco delas, sendo que, até o final da próxima semana, içaremos as seis restantes e posteriormente as outras 11 do lado oposto no Conjunto Orlando Dantas, de modo que finalizando esta etapa, a obra ganhará celeridade”, explicou.

Ele destaca ainda as ações em andamento nas outras frentes de trabalho. “Estamos no processo de demolição de um imóvel devidamente indenizado no início da Avenida Quirino, onde funcionava um centro de distribuição de alimentos e que estava gerando morosidade na construção da nova avenida. Uma vez concluído esse serviço, devido ao desnível entre a avenida e a grade de implantação da nova via, construiremos um muro de contenção entre elas”, detalhou.

Valmor Barbosa acrescentou que a obra já pode ser considerada uma das mais modernas já executadas em Sergipe. “Nos últimos dois anos, o governo de Sergipe vem implantando um conjunto de ações para a melhoria da mobilidade urbana de Aracaju sem precedentes. Construímos a ampliação do sistema viário no entorno do Aeroporto Santa Maria; a nova entrada de Aracaju que interligará à BR 235 à Avenida Santa Gleide; o Sistema Viário do Centro Administrativo; a duplicação da Avenida Tancredo Campos, e, segue em andamento, a duplicação da Avenida Euclides Figueiredo, o que reforça o compromisso do Executivo Estadual não apenas em facilitar o escoamento do tráfego, mas principalmente, em promover o bem-estar dos aracajuanos”, enfatizou.