O desabafo de JB

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 17/08/2017 às 00:39:00

“Esqueceram que enterraram Déda [Marcelo] vivo. Mataram Déda antes do seu momento. Se foram capazes de fazer isso com Déda, que era governador do PT, imagine comigo”. Foi como reagiu o governador Jackson Barreto (PMDB) às declarações do petista e dirigente do Sintese, Joel Almeida, o chamando de “oportunista” e querendo que apareça nos atos políticos do ex-presidente Lula por Sergipe, entre os dias 20 e 22 de agosto, sob pena de receber ovo na cara.

Jackson lembra ainda que durante a inauguração da reforma do Parque dos Cajueiros, um grupo de professores estava com uma vara nas mãos para agredir o então governador Déda. “Tentaram fazer isso com Déda, que se estivesse vivo era a maior expressão do PT na política nacional, com a sua inteligência e comportamento ético. Imagine comigo, que não sou do mesmo partido”, frisou.

“Essas mesmas pessoas que tentam me agredir hoje não compreenderam o papel de Marcelo Déda. Sepultaram ele ainda com vida e tentaram agredi-lo.  Vão ter de levar até o túmulo esse desrespeito e falta de consideração para com Déda” , afirmou  ontem à coluna o governador.

Ele lamentou ainda que queiram criar em Sergipe a cultura do ódio. “As pessoas podem ter suas convicções, mas não se reportar a outras pessoas dessa forma. Nós repudiamos a cultura do ódio. É um radicalismo que não faz sentido”, disse.

JB fez questão de enfatizar que ao longo da sua vida pública nunca precisou de muletas. “Ao contrário, ajudei muita gente a se eleger”, afirmou, enfatizando que em 2010 Dilma Rousseff perdeu as eleições em Aracaju, mas em 2014, quando ele disputou o governo do estado, ela ganhou com uma diferença de 110.500 votos para Marina Silva. 

Ressalta que não vai se intimidar com as colocações do petista Joel Almeida e vai esperar o ex-presidente Lula, no próximo domingo à tarde, em Estância.  Segundo JB, ele vai acompanhar toda a agenda de três dias de Lula em Sergipe, quando visitará ainda Aracaju, Lagarto, Itabaiana e Nossa Senhora da Glória.

A biografia de Jackson Barreto - que foi preso político durante a ditadura militar, que lutou pela redemocratização do país e pelas Diretas Já, e foi contra o impeachment de Dilma Rousseff - merece ser respeitada por todos os que divergem de sua administração. Ações radicais acabam criando mais prejuízos para o PT e o próprio Lula.

.........................................................................................................................

A única provável ausência 1

Segundo o governador Jackson Barreto (PMDB) ele só deixará de acompanhar o ex-presidente Lula em toda a sua agenda em Sergipe se entrar na pauta de julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) da próxima terça-feira (22), um processo relacionado a recursos do Fundeb para alguns estados do Nordeste. “O governador da Bahia, Rui Costa, do PT, me ligou convocando para ir a Brasília na terça participar da entrega aos ministros do Supremo da mensagem da minuta dos recursos para os estados”, disse JB.

 

A única provável ausência 2

Entrando mesmo na pauta do STF da próxima terça-feira o julgamento do processo de recursos do Fundeb para estados do Nordeste como Sergipe e Bahia, Jackson Barreto só deixará de acompanhar Lula na agenda da terça-feira, em Aracaju, quando, às 9h, haverá um ato político no Iate Clube de Aracaju, com a participação de movimentos populares e sindicais.

 

Destemido

Do governador ao ser questionado pela coluna se não teme uma retaliação maior do governo Michel Temer, do seu partido, por não só recepcionar o ex-presidente Lula em Estância, mas acompanhar toda a caravana em Sergipe: “Não tenho medo de ninguém, minha cabeça é livre. Só devo satisfação da minha vida pública ao povo de Sergipe, a mais ninguém”.  

 

Mantido título de cidadão a Lula

Por 8 votos a 5, e uma abstenção, a Câmara Municipal de Estância rejeitou ontem o pedido de anulação da sessão que concedeu o titulo de cidadão estanciano ao ex-presidente Lula, que será entregue no domingo, no Largo dos Correios. O recurso com pedido de anulação foi de autoria do vereador Sandro de Bibi (PRB), que depois de ter votado favorável ao título entendeu que ele não poderia ser concedido a uma pessoa condenada à prisão pela Justiça.

 

Mais homenagens ao ex-presidente

Lula também receberá o título de cidadão gloriense, na próxima segunda-feira, 21, na Praça de Eventos, em Nossa Senhora da Glória. Já em Lagarto, município que também visitará na segunda, receberá do Campus da Saúde da Universidade Federal de Sergipe (UFS) o título Honoris Causa a Lula, em solenidade marcada para as 9h.

 

Querendo minar festa petista

O ex-deputado estadual Nelson Araújo quer impedir a caravana de Lula pelo Nordeste, alegando que é antecipação da campanha eleitoral do ex-presidente para o Planalto em 2018, mesmo sendo condenado pela Justiça. Nesse sentido, provocou a Procuradoria Geral do Paraná - cujo estado é sede da Operação Lava Jato, tendo à frente das investigações o juiz Sérgio Moro – que mandou a provocação para a Procuradoria Regional Eleitoral. Isso foi no dia 03 de agosto passado.

 

Na Câmara Municipal

Apesar das manobras da oposição, a Câmara Municipal de Vereadores aprovou ontem, por 17 x 4 e uma abstenção, o projeto de lei autorizando a Prefeitura de Aracaju a adquirir empréstimo de até R$ 100 milhões para contrapartidas em obras na capital. Anteontem, quando o projeto deixou de ser votado porque a oposição retirou quorum, o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) se reuniu com a bancada para viabilizar a sua aprovação.

 

Na Assembleia

Os deputados estaduais aprovaram ontem nas comissões e em plenário um pacote de projetos de lei, de autoria do Poder Executivo. Entre eles: o dos agentes penitenciários, que estabelece, inclusive, realização de concurso público; o PCCV do Detran; e o Código Disciplinar da Polícia Militar.

 

Alfinetando o governo

Enquanto deputados analisavam e votavam na Assembleia Legislativa projetos do governo, dirigentes da CUT e Sintese faziam manifestação contra o governo em frente ao Poder Legislativo. A deputada estadual Ana Lúcia (PT) chegou a discursar dizendo que o governo de Jackson Barreto destruiu a carreira do magistério, ao ter desvinculado o reajuste dos professores.

 

Almeida na Alese

O presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo (PMDB), e deputados recebem hoje o secretário Almeida Lima (Saúde), às 9h, no gabinete da presidência. Almeida vai tratar do problema  da oncologia, ou seja, do tratamento de sergipanos com câncer, cujas máquinas estão sempre com defeitos no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

 

Pires nas mãos

Vários prefeitos de Sergipe estavam ontem em Brasília em busca de recursos de emendas parlamentar para seus municípios, entre eles: Marcos Santana (PMDB-São Cristovão), Pedrinho Balbino (SD-Tomar do Gerú) e Neudo Alves (DEM-Cedro de São João). Visitaram gabinete de parlamentares, entre eles o deputado federal Fábio Reis (PMDB) e os senadores Antônio Carlos Valadares (PSB) e Eduardo Amorim (PSDB). Amorim, inclusive, almoçou com alguns prefeitos e ex-prefeitos. 

 

Visita a ex-vice-governador 1

Nesta quinta-feira, às 10h, membros da Comissão Estadual da Verdade “Paulo Barbosa de Araújo” visitarão o ex-vice-governador José Carlos Teixeira. Na visita de cortesia serão entregues à família cópias de todos os documentos produzidos, principalmente, pelo Serviço Nacional de Informação (SNI), sobre a ditadura militar em Sergipe e a atuação de Teixeira contra o regime e a luta de resistência em defesa da redemocratização do país.

 

Visita a ex-vice-governador 2

Segundo a secretária-executiva da Comissão da Verdade, Andréa Depier, José Carlos Teixeira era constantemente monitorada pelo SNI, aparecendo em praticamente todos os documentos produzidos pelo órgão, dando conta do seu apoio aos grupos que contestavam o regime militar.  O ex-vice-governador, hoje com 81 anos, foi um dos fundadores do MDB, partido que era oposição ao regime militar e a sigla partidária ARENA, que dava sustentação ao regime militar.

 

Reforma Política

A comissão especial da Câmara que analisa novas regras sobre coligações partidárias adiou a votação do parecer da relatora, deputada Shéridan (PSDB-RR), à Proposta de Emenda à Constituição 282/16. O texto proíbe as coligações nas eleições proporcionais (para deputado e vereador) a partir de 2020 e impõe regras, como cláusula de desempenho, para que os partidos tenham acesso ao dinheiro do Fundo Partidário e à propaganda gratuita no rádio e na TV.

 

Veja essa...

Do senador Antônio Carlos Valadares (PSB) - que agora passou a alfinetar pelas redes sociais o seu outro desafeto político peemedebista, o vice-governador Belivaldo Chagas: “Com candidatura em baixa vice espalha intrigas e invencionices, e vive cobrando encontros de líderes da oposição. Homi vá se cuidar!”.

 

 

CURTAS

 

O governador Jackson Barreto participou ontem do almoço em comemoração ao aniversário do conselheiro do TCE, Luiz Augusto Ribeiro, pai do deputado estadual Gustinho Ribeiro (PRP). Foi na sua residência, em Lagarto.

 

Quem esteve ontem em Sergipe foi o ministro Marx Beltrão (Turismo). Ao lado do governador, Beltrão participou da abertura do XXXIV Congresso Nacional da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet), em Aracaju.

 

A Comissão de Desenvolvimento Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) aprovou ontem a realização de audiência pública para discutir a captação irregular de água no Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

 

O autor do requerimento, deputado Valadares Filho (PSB-SE), informou que há diversos pontos de captação irregular de água no Rio São Francisco. “O volume de água captada de forma irregular, só no Eixo Leste, é superior ao utilizado para abastecer a cidade de Capina Grande e outras 19 cidades paraibanas”, disse.

 

Petistas de todo o país comemoraram ontem a filiação do ator global Fábio Assunção ao PT.  Também se filiou ao partido a atriz Tássia Camargo.