Prefeitos apoiam Copa do Baixo São Francisco

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 18/09/2017 às 06:22:00

Reunidos na manhã desta quarta-feira, 13, na sede da Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e da Juventude (Seel), prefeitos das 16 cidades participantes da competição, manifestaram apoio total à Copa e a satisfação de suas cidades participarem de um evento esportivo tão importante, para o lazer, diversão e saúde das comunidades. 

A competição conta com a participação de 16 equipes, divididas em 4 grupos e tem início previsto o segundo semestre de outubro, indo até o fim deste ano. A Copa Aperipê terá como sedes as cidades de Neópolis, Japaratuba, Cedro e Aquidabã. As sub-sedes serão Itabi, Propriá e São Francisco.

O prefeito da cidade de Ilha das Flores, Cristiano Beltrão, afirma que está muito feliz com a realização do evento, que com certeza servirá para grande promoção do esporte e do futebol amador da região.

- Quero parabenizar à iniciativa do Governador do Estado e do secretário Antônio Hora, em realizarem esse campeonato, movimentando jovens e atletas daquela região. São iniciativas como essa, que mobilizam e movimentam as cidades e, não só promovem o esporte na vida dessas pessoas, mas, também, a oportunidade de revelar novos talentos, afirma o prefeito Cristiano Beltrão.

Para o prefeito Neudo Alves, da cidade de Cedro de São João, essa Copa veio cobrir uma lacuna existente na região, quer era a falta de atividades e eventos esportivos, que movimentassem a população. 

- Essa Copa de futebol reunindo cidades do Baixa São Francisco chegou em uma hora importante, porque a região era realmente carente de atividades esportivas. Com certeza, teremos momentos importantes de lazer nos finais de semana. E a como prefeito de Cedro de São João, nos propomos a colaborar para o sucesso da competição, apoiando na organização e na logística que a competição exige, disse Neudo Alves.

O secretário Antônio Hora Filho, considerou como muito proveitosa a reunião, pois definiu quase todos os detalhes do evento esportivo, dando ênfase à grande promoção do esporte naquela região, que a competição proporcionará.

- A Copa surgiu como fomento da própria região. Então, me senti na obrigação de promover um campeonato de futebol amador, junto com o Governo do Estado. Nós vamos dar valor ao atleta local e todos envolvidos, que trabalham pelo esporte nessas cidades, estimulando as economias e principalmente, à prática esportiva