Polícia apreende 100 quilos de maconha trazidos de SP

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A drogava apreendida estava avaliada em R$ 100 mil. Foto: Divulgação/SSP
A drogava apreendida estava avaliada em R$ 100 mil. Foto: Divulgação/SSP

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/09/2017 às 01:28:00

A Polícia Civil apresentou ontem os detalhes da ‘Operação Gamberi’, deflagrada nesta segunda-feira por agentes do Departamento de Narcóticos (Denarc) e da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol). A ação resultou na apreensão de cerca de 100 quilos de maconha no Povoado Rua da Palha, em Santa Luzia do Itanhy (Sul). A carga, avaliada em aproximadamente R$ 100 mil, tinha sido despachada de São Paulo e chegou ao povoado na noite do último domingo.

Dois homens foram presos durante a operação: Celso Bernardino Rodrigues, apontado como o responsável pelo transporte da droga; e Leonel Bertolo dos Santos, identificado como que distribuía o material para outros traficantes em Sergipe. De acordo com as investigações da polícia, Celso havia chegado de ônibus com o carregamento, sendo Leonel responsável por buscá-lo no posto e levar o material para sua residência, onde parte da maconha foi encontrada. O restante estava enterrado dentro de baldes em um matagal próximo à residência do distribuidor.

Segundo o delegado responsável pelo caso, André Baronto, a droga foi encontrada em mata fechada na região. “Seguimos para o local ontem pela manhã e dentro da residência encontramos duas sacolas com uma boa quantidade de maconha, mas sabíamos que haveria mais drogas, pois uma das sacolas estava vazia. Como se trata de uma área rural e não encontramos o restante da droga no local, suspeitamos que a droga estaria enterrada, o que comumente é feito nessas regiões”, informou.

Na casa de Leonel, foi encontrada ainda uma espingarda e foi verificado em sistema que o acusado possuía um mandado de prisão em aberto pelo crime de latrocínio praticado no ano de 2003 e, Estância. “As investigações continuam objetivando identificar outras pessoas que possam ter participado desse crime, mas por enquanto o que podemos afirmar é que Leonel é o responsável por receber essa droga e repassar para outros traficantes, enquanto Celso é a mula. Foi feito o flagrante dos dois indivíduos por tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas, que será comunicado ao Poder Judiciário e Ministério Público para que as providências sejam adotadas e sigam com os procedimentos”, ressaltou André.

O delegado destacou ainda que a apreensão causou um grande prejuízo para a quadrilha, em virtude do tamanho da droga recolhida. “Esse tipo de apreensão tem um peso muito grande no tráfico de drogas. A gente observa nesse trabalho, no combate ao tráfico, que a prisão é importante, mas não incomoda tanto aos traficantes quanto um prejuízo como esse. Essa mercadoria apreendida vale mais de R$ 100 mil, então o peso foi muito grande em relação ao poder financeiro dessa quadrilha”, afirmou, ressaltando que a população deve continuar auxiliando a polícia com informações que possam contribuir para a segurança da população, através do Disque Denúncia (181), ou do aplicativo Disque Denúncia SE.