Japaratuba apresenta Plano Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/09/2017 às 06:20:00

Na manhã desta quinta-feira (28), a Prefeitura de Japaratuba realizou audiência pública para apresentar o Plano Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, elaborado por diversos setores governamentais e organizações sociais.

Iniciativa do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência, a audiência discutiu eixos e propostas do plano, a fim de contar com a participação da sociedade na inclusão de novas proposituras.

Segundo o assistente social Ricardo Marques, a meta é estabelecer políticas públicas de prevenção, defesa e responsabilização, participação e protagonismo, comunicação e mobilização social, estudos e pesquisas contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. “As propostas apontam a necessidade de ações integradas entre os diversos segmentos para o aprimoramento do trabalho, possibilitando a identificação de forma rápida dos casos de abuso e exploração, e o agressor seja punido”, esclareceu.

 

De acordo com a Secretária de Assistência Social, Amanda Santos, a questão afeta milhares de crianças e adolescentes todos os anos e deve contar com o envolvimento de todos. “Somos todos responsáveis por coibir os casos de violência contra a criança e o adolescente”, ressaltou Amanda. Já a Assistente Social Karen alerta que grande parte dos abusos ocorre na esfera doméstica e vários fatores contribuem para a negação do fato. “Devemos identificar e diagnosticar as causas e fatores. Precisamos combater e realizar a denúncia através do Disque 100”, explicou.

Durante audiência, que ocorreu no plenário da Câmara de Vereadores, foram realizadas discussões e debates com os estudantes e integrantes dos Conselhos Tutelares sobre os eixos de enfrentamento contra a violência. Participaram alunos e diretores de escolas, além do secretário-adjunto municipal Assistência Social João Caldas, o secretário-adjunto municipal de Educação Erivaldo Gaspar, a iretora de Desenvolvimento Social Márcia Nascimento; Estphane Teles, assistente social do CREAS; Monique Rodrigues, assistente social do CRAS); o coordenador do Conselho Tutelar Joseilton dos Santos, e assistentes sociais de Pirambu e comunidade em geral.