Confiança inicia programa de dispensas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A maioria dos jogadores do elenco proletário remanescente, continua no dragão para a próxima temporada. Foto: GBatista
A maioria dos jogadores do elenco proletário remanescente, continua no dragão para a próxima temporada. Foto: GBatista

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 29/09/2017 às 06:30:00

O elenco é bom, mostrou competência dentro de campo e união e determinação em torno de um objetivo. Então, a tendência é que se mantenha pelo menos a base com os jogadores remanescentes do elenco de 2017.  Essa é a opinião do treinador Ailton Silva, que negocia sua permanência no Dragão, mas quer continuar com muito dos jogadores que aí estão, responsáveis pela vitoriosa campanha no Brasileiro da Série C.

Esse foi um dos assuntos tratados na primeira reunião entre o treinador e os dirigentes do Confiança, pensando no futuro da equipe. Na próxima temporada o Confiança tem calendário cheio e objetivos definidos, como a conquista do bicampeonato estadual, ir o mais longe possível na Copa do Brasil classificar para a fase seguinte da Copa do Nordeste e principalmente brigar novamente pelo acesso à Série B, esse o grande sonho dos proletários. 

 

Liberação - A diretoria proletária vai agilizando às liberações de atletas para início de gozo de férias. Alguns nomes já deixaram a capital sergipana com destino às suas cidades de origem. Uma coisa é certa, a maioria deve retornar no início de dezembro, quando da apresentação do grupo para as competições de 2018.

Depois do encontro com a Diretoria de Futebol e acertos relacionados aos salários e demonstração de interesses, visando a próxima temporada, os atletas foram paulatinamente, liberados. Alguns atletas, como os atacantes Frontini, Thiago Silvy e Rômulo, o zagueiro Mimica, os laterais Arlan e Janilson Madona e o meia André Beleza, já se encontram em suas residências.

Outros componentes do grupo azulino como os alas Radar e Felipe Cordeiro,o zagueiro Gabriel, o meia Álvaro e o atacante Tito, ainda estão em Aracaju e devem deixar a cidade a qualquer momento.

Os nativos como o zagueiro Anderson,o meia Almir Sergipano, Tiquinho e Everton Santos, entre outros, já se deslocaram para o interior do estado.