Diretoria eleita do Sindisan toma posse

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Os novos diretores do Sindisan. Foto: Divulgação
Os novos diretores do Sindisan. Foto: Divulgação

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/10/2017 às 06:16:00

A nova diretoria do Sindisan – Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Purificação e Distribuição de Água e Serviços de Esgotos do Estado de Sergipe, eleita para o triênio 2017/2018, tomou posse na noite da última sexta-feira, 29/9, em solenidade realizada na sede da entidade.

Estiveram presentes o advogado Henri Clay Andrade, da Advocacia Operária; o presidente da Central Única dos Trabalhadores de Sergipe (CUT-SE), Rubens Marques de Sousa; o supervisor técnico do Dieese em Sergipe, Luis Moura; o vereador de Aracaju, Iran Barbosa (PT); e a secretária de Comunicação da FNU, Iara Nascimento – que também é dirigente do Sindisan; além de dirigentes sindicais, como Sérgio Alves, do Sinergia, Paulo Sousa, do Sindijor, Tomé Rodrigues Filho, do Sinditic, e Plínio Pugliese, do Sindijus.

Vários trabalhadores da base e familiares dos diretores também prestigiaram a solenidade, assim como o deputado federal João Daniel (PT/SE) e a deputada estadual Ana Lúcia (PT), que esteve representada por sua assessoria.

Em sua última fala como presidente do Sindisan, Sérgio Passos, que esteve à frente da entidade nos triênios, 2008/2011, 2011/2014 e 2014/2017, e permanece na nova diretoria como Secretário-geral, fez questão de reforçar o caráter autônomo, classista, independente e de luta do Sindisan frente aos desafios postos para a classe trabalhadora.

“Temos que estar preparados para organizar os trabalhadores e construir uma sociedade justa, igualitária, sem explorados e sem exploradores, e onde as riquezas produzidas fiquem nas mãos dos trabalhadores, que são os verdadeiros produtores dessa riqueza. Este é o grande desafio do movimento sindical”, colocou.

Passos deixou claro que deixa a presidência do sindicato, mas estará firme, do “lado esquerdo” do novo presidente e apoiando a nova diretoria nas lutas que virão, em especial, contra as privatizações.

“Passo a tarefa para o companheiro Silvio Sá e, juntos, vamos continuar a luta em defesa da Deso, da Cohidro, dos SAAE's e de seus trabalhadores, mas principalmente em defesa da água, que é a nossa maior riqueza e existem interesses muito grandes de multinacionais de olho nessa riqueza. Pior que privatizarem as nossas empresas de saneamento e privatizarem a água”, destacou Sérgio, lembrando que o Sindisan tem cumprido a tarefa de levar esse debate para a sociedade e para as Câmaras de Vereadores dos municípios sergipanos.