Emsurb abrirá licitação do lixo na quinta

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O presidente da Emsurb, Luiz Roberto, durante a entrevista coletiva. Foto: Divulgação
O presidente da Emsurb, Luiz Roberto, durante a entrevista coletiva. Foto: Divulgação

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/10/2017 às 06:18:00

Milton Alves Júnior

 


A menos de 48 horas para a abertura dos envelopes contendo a proposta de empresários interessados em atuar no sistema de limpeza e urbanização da cidade, a Prefeitura de Aracaju garante que todos os procedimentos exigidos pela legislação estão sendo realizados conforme previsto no edital. Responsável por coordenar esta seleção, na manhã de ontem a direção da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) convocou a imprensa para conceder entrevista coletiva, quando anunciou que 12 empresas respeitaram as cláusulas e seguem na disputa. Os envelopes serão abertos de forma instantânea às 9h da próxima quinta-feira, 05.

Com o aval concedido pelo Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), a perspectiva é que já no final da manhã o órgão possa anunciar o nome da empresa que ficará responsável pelo serviço que pode durar entre doze meses e cinco anos; a prorrogação vai depender exclusivamente do andamento das atividades previstas no contrato. A contabilidade interna da Emsurb acredita que, por ano, o custo deve alcançar a casa dos R$ 80 milhões. Contando com os indicativos inflacionários, existe a probabilidade que, ao fim desse contrato a longo prazo, o investimento da PMA em cinco anos seja pouco superior a 400 milhões de reais.

Para o presidente do órgão, Luís Roberto Dantas, diante da autorização apresentada pela corte de contas, a opção de estabelecer novo contrato em caráter emergencial não se torna mais necessário; ao menos neste momento. "Estamos seguindo de forma fiel todas as orientações e determinações previstas na Lei, e esperamos anunciar o grupo vencedor do pleito momentos após a abertura dos envelopes. A meta licitação é continuar trabalhando de forma intensa a favor da qualificação geral do serviço público realizado em todos os bairros da cidade", declarou. Finalizado está etapa do processo, a equipe terá até o dia 14 de novembro para se organizar, e já no dia 15 iniciar as atividades.

“Caso haja uma excepcionalidade nesse trâmite, podemos garantir que possuímos um plano secundário já discutido e arquivado. Acreditamos que o processo licitatório siga respeitando todas as exigências necessárias, e, não será preciso desarquivar a medida emergencial", pontuou o presidente. A solenidade pública ocorrerá nas dependências internas da Empresa Municipal de Serviços Urbanos, que fica instalará no Parque Governador Augusto Franco, popular Parque da Sementeira.