Três suspeitos reagem à voz de prisão e morrem em tiroteio com policiais

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/10/2017 às 00:19:00

Três homens armados morreram na tarde de ontem, durante uma troca de tiros com agentes da Delegacia de Aquidabã (Baixo São Francisco). O confronto aconteceu no povoado Lajes, zona rural do município, onde os policiais cumpririam um mandado de prisão contra o ex-detento Lúcio Barreto Guimarães, 31 anos, que está entre os mortos. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), os outros dois foram identificados pelos pré-nomes de Corporan e Elisanio.

De acordo com o delegado Wanderson Bastos, responsável pela unidade de Aquidabã, ele e mais quatro policiais de sua equipe se dirigiram ao povoado e encontraram os três foragidos em uma propriedade rural. “Antes de invadirmos o local, ouvimos conversas do trio planejando a compra de um rifle e de uma pistola ponto 40. Ao entrarmos na residência, demos voz de prisão aos suspeitos, mas Lúcio não quis conversa e deu um tiro em minha direção de espingarda calibre 12 que por pouco não me atingiu”, explicou o delegado.

Os agentes e o delegado reagiram ao disparo e balearam os suspeitos. Eles ainda foram socorridos até o Hospital Santa Cecília, onde faleceram. Com o trio, foram apreendidas uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e uma pistola Beretta 635, de fabricação italiana. A SSP confirmou ainda que Lúcio teve sua prisão decretada pela Comarca de Aquidabã e era processado pelos crimes de tráfico de drogas e roubo a mão armada nos municípios de Aquidabã, Muribeca e Cedro de São João. Os outros dois suspeitos continuam sendo investigados.