Candidato é preso por fraude em concurso da Petrobras

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O celular que estava sendo usado no momento do flagrante. Foto: Divulgação/PF
O celular que estava sendo usado no momento do flagrante. Foto: Divulgação/PF

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 04/10/2017 às 00:21:00

A Polícia Federal prendeu um suspeito de tentar fraudar um concurso público realizado neste domingo pela Petrobras. Ele foi detido em uma escola de Aracaju, cujo local não foi divulgado, e foi flagrado fazendo a prova com um celular ligado e contendo os gabaritos da prova. O crime foi descoberto após a investigação de denúncias sobre supostas fraudes a serem realizadas no certame, aberto para preencher vagas e formar cadastro em cargos de níveis médio e superior na estatal.

Através de cruzamento de dados feitos pelo Núcleo de Inteligência da PF nos locais em que estavam ocorrendo o concurso, com o apoio e auxílio da Cesgranrio, a instituição organizadora do concurso, os agentes chegaram ao local onde o candidato fazia a prova. Em depoimento, ele admitiu que manteve o aparelho celular ligado durante a realização da prova. Por ocasião do flagrante, ficou constatado pela perícia que o candidato iria receber os gabaritos de outros candidatos que já haviam saído do local de prova, pelo telefone celular.

O candidato foi liberado após o pagamento da fiança, mas responderá pelo crime de fraude em concurso público, previsto no art. 311-A, inciso I, do Código Penal, com pena prevista de até quatro anos de prisão. Ele também foi desclassificado do concurso.