Polícia investiga golpe que já deu prejuízo de R$ 500 mil em Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/10/2017 às 00:24:00

O Departamento de Defraudações e Repressão a Crimes Cibernéticos (DDCC) faz um alerta sobre a atuação de um grupo de estelionatários que, se passando por funcionários de um banco, vêm aplicando golpes em pessoas jurídicas em Sergipe e outros estados. Já são diversos Boletins de Ocorrências com inquéritos já instaurados pela unidade especializada da Polícia Civil sergipana.

Investigações apontam que, só em Sergipe, sete empresas dos ramos de saúde, estética, material de construção e advocacia foram vítimas do golpe. No total, o prejuízo é de aproximadamente R$ 500 mil. Uma das empresas, vítima em outubro do ano passado, teve um prejuízo de 200 mil reais. O outro golpe que a polícia tem conhecimento foi praticado no mês de junho e os outros foram realizados nas últimas semanas. A polícia acredita que o golpe seja praticado pelo mesmo grupo, de acordo com os modos de atuação.

Segundo a delegada Rosana Freitas, o criminoso entra em contato com as empresas se passando por funcionários do banco e, através de solicitação para atualização do modo de segurança do banco, as vítimas acessam um site indicado pelos golpistas. Em meio ao procedimento, a senha é solicitada e a partir disso eles obtêm o acesso às transações da empresa. As investigações continuam a fim de identificar os autores do crime.