Diogo permanece no Dragão em 2018

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O meia Diogo cresceu com o Confiança na reta final da Série C e pretende continuar no Dragão na próxima temporada. Foto: Divulgação
O meia Diogo cresceu com o Confiança na reta final da Série C e pretende continuar no Dragão na próxima temporada. Foto: Divulgação

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 07/10/2017 às 06:26:00

Contratado como uma das soluções para a posição de volante e lateral do Confiança, o meia Diogo passou um bom tempo esquecido dos treinadores que por lá passaram. Enquanto os treinadores o deixavam, relegado a um segundo plano o time sofria com dificuldades no meio de campo, posição que se torj0u vulnerável. 

Foi necessária a chegada de Ailton Silva para Diogo ganhar a vaga de titular, mostrar os eu fut4bol e com ele o Confiança crescer na competição. A mesma situação se repetiu como Rafael Vila. Os dois foram peças importantes no meio de campo do Dragão, na reta final da Série C.

Por motivo de contusão, Diogo ficou ausente do último jogo contra o São Bento e o time sentiu muito a sua falta. Agora, já recuperado da lesão, Diogo diz que quer continuar no Dragão e fazer uma melhor campanha em 2018.

O contrato com o Dragão já está perto de se expirar, mas o meia Diogo deve renovar com o Confiança, visando à temporada 2018 e continuar dando sua colaboração nas quatro competições que o clube do bairro Industrial terá pela frente. A vontade do meia, expressa sua permanência no campeão do estado. Diogo disse, que, no próximo ano o pensamento dele e da família é ficar no estado, situação que favorece os entendimentos com a diretoria do azulão, contatos que já foram iniciados entre as partes.

- Meu contrato com o Confiança termina agora, mas existe uma grande possibilidade de ficar para a temporada de 2018, já que, não tivemos o nosso objetivo alcançado. Tenho interesse em continuar no Confiança. Considero este ano como muito bom, agora é descansar com a família e esperar para ver o que virá pela frente", adiantou o meia.

 

No final da temporada brasileira deste ano, Diogo assumiu um velho posto, motivado pela lesão sofrida pelo volante Jardel, que acabou passando por uma intervenção cirúrgica. No período, já no comando de Ailton Silva, o meia que se transformou em volante se reencontrou com o seu verdadeiro futebol, chamou a atenção dos dirigentes e comissão técnica.