Brasil enfrenta Alemanha de olho na semi

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 23/10/2017 às 00:45:00

Os jogos das quartas-de-final da Copa do Mundo sub-17, que acontece na Índia, começaram a ser disputados neste sábado, 21. Mas neste domingo, a Espanha joga contra o Irã na parte da manhã e na hora do almoço o Brasil terá um desafio duríssimo contra a Alemanha. A partida está sendo encarada como uma revanche da Copa do Mundo de 2014, quando a Seleção Canarinha foi goleada por 7x1.

BRASIL X ALEMANHA - Será possível falar sobre um duelo entre Brasil e Alemanha, em qualquer categoria, de qualquer esporte, sem lembrar dos 7x1? É difícil, mas você provavelmente vai se surpreender ao saber que o Brasil é amplamente favorito na partida deste domingo.

O escrete canarinho foi muito mais regular até o momento, venceu os três jogos da primeira fase, contra Espanha, Níger e Coreia do Norte, com grandes atuações. A dupla de ataque, Lincoln e Paulinho, já marcou cinco gols, e pode ganhar o reforço de Vitinho, que ficou de fora dos últimos dois jogos por ter sofrido uma pancada na cabeça.

A seleção da Alemanha é uma incógnita. Não se sabe se o Brasil vai enfrentar o time que sofreu para derrotar a fraca Costa Rica e foi goleado pelo Irã, ou o que venceu bem a seleção da Guiné e aplicou um 4x0 sobre a Colômbia nas oitavas-de-final.

Em Calcutá, a Seleção Brasileira enfrentará a Alemanha, no domingo (22), às 20 horas (12h30 de Brasília). Quem vencer este confronto seguirá para as semifinais, quando encontrará Estados Unidos ou Inglaterra por uma vaga na final.

Na outra chave do Mundial da Índia, Gana e Mali se enfrentam em umas quartas de final, enquanto Espanha e Irã duelam pela outra vaga. A final da competição está marcada para o dia 28 de outubro.

ESPANHA X IRÃ - O domingo começa com o duelo dos espanhóis, atuais campeões europeus, contra o bom time iraniano, dono de uma das campanhas mais consistentes até o momento.

A Espanha caiu em um grupo forte, com Brasil, Níger e Coréia do Norte, e começou perdendo por 2x1 para o escrete canarinho. Conseguiu se recuperar com duas vitórias nas partidas seguintes, e se classificou em segundo lugar. Nas oitavas-de-final, eliminou a equipe francesa, que até então fazia a melhor campanha da competição.

O Irã venceu todos os jogos disputados até aqui, e se classificou com muita facilidade no Grupo C. Destaque para a goleada de 4x0 sobre a Alemanha e a vitória sobre o México, nas oitavas, que decretou a eliminação de um dos favoritos ao título.