Conferência Estadual de Assistência Social começa hoje

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/10/2017 às 05:27:00

"Garantia de direitos no fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)" é o tema da 12ª Conferência Estadual de Assistência Social, que acontece nos dias 26 e 27 de outubro, a partir das 8h30, no Comfort Hotel Aracaju, bairro Atalaia. Promovido pelo Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS) e pela secretaria de Estado da Mulher, Inclusão, Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (Seidh), o evento reunirá cerca de 650 membros e delegados dos Conselhos Municipais e Colegiado Estadual para discutir sobre as deliberações aprovadas nas Conferências Municipais realizadas durante o ano.

Dentre os palestrantes estão Márcia Lopes, ex-ministra do Desenvolvimento Social (que tratará sobre o tema principal da Conferência), o secretário de Estado da Inclusão e Assistência Social, Zezinho Sobral (que abordará a temática “Síntese sobre a implementação do SUAS em Sergipe – Pacto de aprimoramento como estratégia de cumprimento do Plano Decenal’), e José Aluísio Júnior, presidente do CEAS, que apresentará os resultados das Conferências Municipais.

Para o secretário Zezinho Sobral, este será um momento de muita reflexão sobre as ações do SUAS em Sergipe, aliada aos trabalhos dos Conselhos Municipais, os compromissos firmados e as responsabilidades de cada membro que atua na Política de Assistência Social. “Durante dois dias, todos os participantes terão a oportunidade de fazer um balanço sobre os serviços e os avanços na assistência. Ao final, serão eleitos os delegados que representarão Sergipe na XI Conferência Nacional de Assistência Social”, ressaltou o gestor Estadual.

Ainda segundo Zezinho Sobral, o momento servirá também para reforçar, junto às gestões municipais, o pedido para que se empenhem ao máximo na mobilização de idosos e pessoas com deficiência do BPC (Benefício de Prestação Continuada) nos seus municípios, para que não percam o acesso ao benefício. “O Governo Federal está exigindo que seja feito um recadastramento dos idosos até dezembro de 2017, e das pessoas com deficiência até dezembro de 2018, sob pena de cancelamento do benefício. É preciso informar direitinho a população e dar maior visibilidade possível a isso, para que ninguém perca o BPC. É só procurar o CRAS mais próximo, órgão municipal da Assistência Social ou posto do cadastro Único, ou ainda ligar pra 0800 707 2003”, enfatizou o secretário.

De acordo com José Aloísio dos Santos, presidente do Conselho Estadual de Assistência Social, a conferência é de fundamental importância para avaliar o serviço da assistência e a forma como vem sendo prestado em Sergipe. “Nas conferências realizadas nos municípios, foram selecionados 498 delegados para participar da Conferência Estadual, sendo que a principal demanda, de um modo geral, se relaciona à solicitação dos repasses realizada através da Comissão Intergestores Bipartite (CIB)”, disse.