Bandidos invadem supermercado em Capela e rendem clientes e empregados

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O supermercado foi fechado logo depois do assalto Foto: Grupo Espaço Militar
O supermercado foi fechado logo depois do assalto Foto: Grupo Espaço Militar

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 29/10/2017 às 00:13:00

Gabriel Damásio

 

Um supermercado da rede G.Barbosa foi assaltado na manhã deste sábado em Capela (Vale do Cotinguiba). Segundo as primeiras informações, quatro bandidos armados e usando apenas bonés na cabeça chegaram ao local em um carro e anunciaram o assalto, rendendo praticamente todos os clientes e funcionários. Além de roubar o dinheiro dos caixas, os ladrões também recolheram praticamente todos os telefones do estoque da loja, além de alguns eletrodomésticos. O grupo dizia que queria apenas os objetos de valor do supermercado e que poupariam os clientes.

Testemunhas relataram que a ação dos bandidos foi rápida e agressiva, durando pouco menos de 10 minutos. Após colocarem os objetos no carro, os bandidos fugiram. Inicialmente, testemunhas informaram que os criminosos tinham chegado ao local em uma caminhonete preta, mas um rapaz que presenciou o assalto disse ao JORNAL DO DIA que os criminosos escaparam em um VW Gol de cor branca e rebaixado, aparentando estar carregado com equipamentos.

O expediente no supermercado foi suspenso e o total dos prejuízos não tinha sido contabilizado até o fechamento desta edição. Equipes da Polícia Militar ainda faziam buscas pelos bandidos.Outras testemunhas relataram que o carro em poder dos criminosos não foram vistos saindo da cidade na manhã de ontem, enquanto equipes da Polícia Militar faziam buscas em várias ruas do município.

Praticamente na mesma hora, outro assalto aconteceu na zona rural de Capela, em um local conhecido como Tamanduá. Três criminosos assaltaram uma cooperativa de catadores e levaram uma caminhonete. O condutor, um negociante de materiais reciclados, foi levado como refém. Houve buscas da PM e a caminhonete foi encontrada no início da tarde. Os ladrões fugiram.  

 

Mais roubos – Outros assaltos ganharam destaque na noite de sexta-feira em Aracaju. O primeiro foi o assalto a uma panificadora no Conjunto Bugio (zona oeste), que foi gravado pelo circuito interno. Por volta das 18h50, três homens com bonés na cabeça e revólveres nas mãos renderam e revistaram um cliente que estava no caixa, além de pegarem o dinheiro e mercadorias. Um dos marginais aparece na gravação com uma camisa amarela, vasculhando os bolsos da calça da vítima enquanto um comparsa, com a camisa do time Palmeiras, pega algo que cai dos bolsos e segue pela loja. Os ladrões fogem em seguida.

No mesmo horário, a Polícia Militar cercou uma sorveteria na Avenida Hermes Fontes, bairro Grageru (zona sul). O proprietário da loja informou aos policiais que descobriu a presença de um suspeito escondido na laje do estabelecimento, roubando a fiação do prédio. Nesta descoberta, houve uma briga e o intruso se feriu ao cair da laje. O comerciante também sofreu um ferimento na mão. A princípio, chegou-se a pensar que havia reféns na sorveteria, mas a informação foi desmentida pela PM. O suspeito foi levado para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e internado sob custódia.

No interior, um assalto também mobilizou a polícia na manhã do sábado em Poço Verde (Centro-Sul). Um feirante que trabalhava na feira livre do município foi rendido por dois homens armados e obrigado a entregar a renda do dia, equivalente a R$ 3 mil; durante a abordagem, os marginais atiraram para o alto e causaram pânico na feira, aproveitando-se da confusão para fugir. Não houve feridos e o crime é apurado pela polícia local.