Especialista em segurança pública debate tema da violência extrema e evasão escolar com

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/10/2017 às 00:18:00

Quase duzentas pessoas, entre guardas municipais, autoridades e comunidade acadêmica, compareceram à palestra "As origens da violência extrema no Brasil: juventude e evasão escolar" ministrada pelo sociólogo e especialista em segurança pública, Marcos Flávio Rolim.

 

Rolim apresentou aos espectadores diversas teorias de combate ao crime utilizadas no Brasil e no mundo, além disso, identificou a relação existente entre a baixa escolaridade, abandono, afastamento da escola e a criminalidade extrema com base em diversos estudos de caso de autoria própria e de autoria de terceiros. "O poder público precisa entender e atender melhor os alunos de escola pública, e, além deles, os professores. Os estudos comprovam que o envolvimento precoce dos alunos com drogas ilegais somado à experiência com pequenos delitos e o abandono ou expulsão da escola tem correlação direta com o crime, principalmente os crimes violentos, extremos", pontuou.

 

O evento, realizado pela Guarda Municipal (GMA) em parceria com o Sindicato dos Guardas Municipais de Aracaju, marcou o encerramento das comemorações alusivas ao Dia Nacional das Guardas Municipais, celebrado no dia 10 de outubro. "Para mim, esse evento é singular, tanto para a Guarda Municipal como para a sociedade em geral. Ele fomenta a ideia de que a responsabilidade sobre a segurança pública se estende a toda a sociedade civil, não é exclusividade dos órgãos de segurança. Como coordenador da Ronda Escolar por dois anos pude ver a importância de nos aproximarmos das crianças e desenvolvermos um trabalho cada vez mais próximo delas e como a educação tem poder para transformar a vida das pessoas", afirma o supervisor da Guarda Municipal de Aracaju, Nilson Reis.