Só Eduardo Amorim vota

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/11/2017 às 08:03:00

O funcionamento do serviço de Uber no país e em Sergipe sempre foi motivo de conflito pelo fato de taxistas não aceitarem esse tipo de serviço de transporte individual, por virem perdendo clientes em razão dos valores que cobram nas corridas. São bem mais caros que os cobrados pelos Uber, chegando muitas vezes a mais que o dobro do valor da corrida.

 

Para regulamentar esse serviço de transporte individual pago, a Câmara Federal aprovou um projeto de lei nesse sentido. Ontem, com 46 votos a favor, 10 contrários e uma abstenção,  o Plenário do Senado aprovou o polêmico Projeto de Lei da Câmara 28/2017, que regulamenta o funcionamento de aplicativos de transporte, como Uber e Cabify.

 

Logo após aprovação do texto-base do projeto, o Senado retirou a exigência de os carros terem de rodar com placa vermelha, a exemplo do que acontece com os táxis. Os senadores também aprovaram uma emenda que derrubou a obrigatoriedade de os carros serem registrados no nome dos motoristas.

Em reunião de líderes realizada antes da votação, decidiu-se pela apresentação das duas emendas para excluir do projeto os dispositivos que determinam a obrigatoriedade de placa vermelha e de documento de propriedade do veículo utilizado no serviço de transporte por aplicativo.

 

Como foram aprovadas duas emendas apresentadas ao projeto original, o texto tem que retornar à Câmara, Casa de origem do PLC. O parecer levado a voto foi lido pelo senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), relator da matéria em plenário.

 

De Sergipe, o senador Eduardo Amorim (PSC) votou a favor do projeto que regulamenta o serviço de transporte individual. A senadora Maria do Carmo Alves (DEM), que estava na sessão plenária, não votou, se eximindo, mais uma vez, de tomar posição em votação polêmica. Já o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) esteve ausente por ter se submetido a uma intervenção cirúrgica na boca.

 

Vale ressaltar que enquanto o Senado discutia o tema, motoristas de aplicativos e taxistas protestavam na Esplanada dos Ministérios, na região central de Brasília. Os taxistas defendiam a aprovação do projeto conforme enviado pela Câmara. Os motoristas de Uber e Cabify, por outro lado, pediam a rejeição.

 

Somente após a nova votação na Câmara, que ainda não tem data marcada, é que o projeto sobre os aplicativos será enviado à sanção do presidente Michel Temer.

 

Uma coisa é certa: o funcionamento do serviço de transporte individual divide parlamentares, opinião pública e, principalmente, taxistas e motoristas que aderiram às novas tecnologias.

.............................................................................................................

 

Decisão judicial 1

 

Na manhã de ontem, o juiz eleitoral da Comarca de Boquim, Eládio Pacheco Magalhães, determinou a cassação dos mandatos da prefeita Gerana Gomes Costa Silva (PTdoB- Riachão do Dantas)) e do seu vice Luciano Goes Paul (PSB). Determinou ainda a inelegibilidade dos dois por oito anos por abuso de poder econômico nas eleições de 2016.

 

Decisão Judicial 2

A prefeita e o vice de Riachão do Dantas são acusados de dois dias antes das eleições terem desobedecido a decisão da Justiça e se utilizado de pesquisa os apontando como ganhadores do pleito, de abuso dos meios de comunicação e fraude ao processo eleitoral. A decisão do juiz cabe recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

 

Pesquisa interna 1

 

O governador Jackson Barreto (PMDB) e aliados estão comemorando o resultado de uma pesquisa para consumo interno, em que mostra o vice-governador Belivaldo Chagas (PMDB) como o pré-candidato ao governo nas eleições de 2018 que mais vem crescendo. A pesquisa revela Belivaldo já encostando no senador Eduardo Amorim (PSDB).

 

Pesquisa interna 2

A pesquisa mostra ainda Belivaldo Chagas como sendo o pré-candidato a governador que tem menor rejeição e, também, que é o menos conhecido. Ela mostrou ainda que JB melhorou a sua performance para o Senado, bem como a aprovação do seu governo.

 

Ponto de vista

 

Um aliado do governador disse à coluna que isso tem a ver com o fato do governo está conseguindo pagar uma parte dos servidores públicos no último dia do mês e o restante entre os dias 10 e 12, incluindo os aposentados e pensionistas. Além de vir conseguindo inaugurar algumas obras no interior do estado.

 

Na terra Natal

 

Ontem Belivaldo e Jackson Barreto estiveram em Simão Dias entregando um galpão, uma empacotadora de grãos e um caminhão carroceria para a Associação Comunitária São Domingos, no povoado Triunfo.  O investimento foi na ordem de R$ 5,8 milhões. Em janeiro, Belivaldo deixa a Casa Civil para intensificar seus contatos com lideranças políticas do interior.

 

Se recuperando bem

 

O deputado federal Fábio Reis (PMDB) está de licença médica por 30 dias, após cirurgia de emergência no coração no último dia 19 de outubro. Se recupera em Lagarto do procedimento cirúrgico, devendo retornar a Câmara dos Deputados no dia 21 de novembro. Na segunda-feira o parlamentar esteve com o governador.   

 

Nas redes sociais 1  

Repercutiu ontem nas redes sociais e na mídia nacional um vídeo com o doleiro Lúcio Funaro acusando o líder do governo no Congresso, deputado André Moura (PSC-SE) e o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro do governo Temer Geddel Vieira Lima, de serem beneficiários de um esquema de corrupção e desvio de recursos do fundo do FGTS liderado pelo ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

 

Nas redes sociais 2

 

Funaro fez essa afirmação na sexta-feira passada, em audiência referente à operação Sépsis, que investiga desvios a partir de contratos da Caixa Econômica Federal. A íntegra do seu depoimento foi tornada pública nesta segunda-feira pela Justiça Federal de Brasília.

 

Alfinetada no adversário

Do deputado federal Valadares Filho (PSB) com relação ao fato do prefeito Edvaldo Nogueira (PcdoB) não ter pago dentro do mês o salário de outubro dos servidores públicos, só vindo a concluir a folha no próximo dia 13 com o pagamento aos aposentados e pensionistas: “A incompetente gestão Edvaldo Nogueira começa a penalizar os servidores.Com sua falta de planejamento estratégico demonstra o conceito da velha política. Promete durante a campanha só para vencer a eleição. Minha solidariedade aos servidores e aposentados de Aracaju, que mais uma vez foram enganados”.

 

 

Discurso no Senado

Depois do senador Antônio Carlos Valadares (PSB), na segunda-feira, ontem foi a vez do senador Eduardo Amorim (PSDB) usar a tribuna do Senado para criticar os números da violência em Sergipe apresentados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública. "Em apenas 24 horas, no último final de semana, o Instituto Médico Legal, registrou 11 mortes violentas, sendo nove delas por homicídio. Isso é inadmissível", disse, lamentando o crescimento de mortes violentas em Sergipe.

 

Correndo atrás

O pré-candidato ao governo, ex-deputado federal Mendonça Prado, continua circulando o Estado visando viabilizar sua candidatura majoritária nas eleições de 2018 pelo PPS. Ontem esteve em Itabaiana, onde concedeu entrevista, conversou com a população e dialogou com os agricultores nos povoados.

 

Livro de Albano

A Câmara de Vereadores de Riachão do Dantas aprovou Moção de Aplauso ao ex-governador Albano Franco (PSDB) pelo lançamento do livro “Artigos Globais e outros textos esparsos”, no último dia 26 de outubro, no Museu da Gente Sergipana. A indicação, de autoria do vereador Albertino Franco Souza, foi aprovada por unanimidade. Toda a renda obtida com a venda de “Artigos Globais e outros textos esparso” está sendo destinada para a Casa Materna Amélia Leite.

 

Veja essa...

 

O PT de Alagoas aprovou ontem, durante reunião da Executiva Estadual, o retorno do partido à base aliada do governador Renan Filho (PMDB). A reconciliação ocorreu um ano após rompimento mediante impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. O entendimento teve as bênçãos do ex-presidente Lula e do senador Renan Calheiros, que voltaram às boas.

 

CURTAS

 

Os membros do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), por unanimidade, desaprovaram a prestação de contas do PRB do exercício financeiro de 2014. Em Sergipe, o partido é presidido pelo deputado federal Jony Marcos.

 

O vereador Jason Neto (PDT) apresentou requerimento propondo a realização de uma Audiência Pública para debater ações de segurança pública, com representantes da SSP, Guarda Municipal, Tribunal de Justiça e Ministério Público Estadual e entidades da sociedade civil organizada.

 

Jason foi motivado pelos dados divulgados pelo 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que mostrou Sergipe como o estado mais violento do país e Aracaju como a capital mais violenta. “É preciso um efetivo combate às drogas, ao tráfico de armas, e leis mais severas para que a polícia não fique num trabalho em vão”.

 

O Governo do Estado não decretou ponto facultativo nessa sexta-feira, por conta do Dia de Finados, comemorado nacionalmente em 02 de novembro. Com isso, as repartições públicas funcionarão normalmente no dia 03 de outubro.

 

Já o Tribunal de Justiça de Sergipe e a Justiça Eleitoral em Sergipe decretaram ponto facultativo nessa quinta e sexta-feira, por conta do Dia de Finados.  Com isso, os prazos processuais serão prorrogados até o primeiro dia útil seguinte, conforme legislação.

 

 

 

 

 

Foto legenda - Sérgio Reis

 

Informações chegadas à coluna dão conta que membros da Executiva Nacional do PMDB vão reivindicar ao governador Jackson Barreto para que o ex-deputado federal Sérgio Reis (PMDB) seja o seu primeiro suplente para o Senado. Farão esse pedido os ministros peemedebistas Marx Beltrão (Turismo), Leonardo Picciani (Esporte) e Osmar Terra (Desenvolvimento Social).

 

Em conversa com a coluna, Sérgio Reis disse que essa é a sua prioridade: ser o primeiro suplente de JB para o Senado. Revela que já está trabalhando nessa direção.