PRF intensifica fiscalização das rodovias

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/11/2017 às 08:09:00

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) deram início na manhã de ontem à Operação Finados 2017, realizada em todas as rodovias federais que cortam o Estado de Sergipe. De acordo com o planejamento da corporação, a meta é fiscalizar até o próximo domingo, 05, cerca de mil automóveis e identificar possíveis descumprimentos ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O combate ao comércio de entorpecentes, armas e condução automotiva após consumo de bebidas alcoólicas estão entre as prioridades da PRF. Neste período as fiscalizações ocorrem em todo o Brasil por meio de rondas ostensivas e blitzes.

Por meio de comunicado oficial a Polícia Rodoviária ressaltou ainda que o objetivo consiste em coibir condutas criminosas e de imprudência no trânsito, que possam acarretar em acidentes ou agravar lesões, a exemplo de ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade, falta de equipamentos de segurança (capacete, cinto de segurança ou dispositivos de retenção para crianças). A fiscalização será intensificada nos trechos considerados críticos que correspondem aos municípios de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão, Maruim, Rosário do Catete, Itabaiana, Estância e Propriá.

Estatísticas levantadas pela corporação mostram que nessas regiões ocorrem os maiores índices de acidentes e de criminalidade no estado e necessitam de fiscalização reforçada pela PRF. Já sobre a popular Lei Seca a Polícia ressaltou que: "desde novembro de 2016, dirigir sob influência de álcool, conforme artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é uma infração gravíssima punida com suspensão do direito de dirigir por até doze meses e multa de R$2.934,70. A mesma multa é aplicada ao condutor que se nega a se submeter aos testes".

Nas rodovias estaduais a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), através do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), também promete intensificar as vistorias e minimizar os riscos de ações inconstitucionais. A ação segue até o início da próxima segunda-feira, 06, quando milhares de motoristas e passageiros ainda estarão retornando à cidade natal. Além dos carros de passeio, a meta é abordar ônibus que realizam o transporte coletivo intermunicipal, caminhões e vans, além de motocicletas e veículos como quadriciclos, carrocinhas e demais peças acopladas.

O balanço geral da Operação Finados será apresentada pelas corporações até a próxima quarta-feira, 08. (MAJ)