Vigilante que acompanhava carroceiros é morto a tiros

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Câmera de segurança mostra o momento em que o vigilante foi seguido e baleado pelos bandidos. Foto: Reprodução
Câmera de segurança mostra o momento em que o vigilante foi seguido e baleado pelos bandidos. Foto: Reprodução

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/11/2017 às 07:26:00

O vigilante Josivan da Silva Mota, 25 anos, foi morto a tiros por três criminosos por volta das 3h30 deste sábado, no Loteamento José Carlos Machado, em Itabaiana (Agreste). Ele estava fazendo a escolta de dois carroceiros que levavam mercadorias para a feira livre da cidade, quando os criminosos saíram correndo atrás dele, após ficarem escondidos em um terreno baldio. A ação foi gravada por imagens de uma câmera de segurança da rua. Elas mostram o exato momento em que um dos criminosos saca uma pistola e atira pelas costas do vigia, aproveitando o momento em que ele estava em uma moto.

Os bandidos fugiram a pé, sem levar nada dos carroceiros. Equipes do 3º Batalhão de Polícia Militar e da Delegacia Regional de Itabaiana, já começaram a ouvir os depoimentos dos carroceiros e de alguns familiares da vítima. Nenhuma linha de investigação ainda é descartada, mas a hipótese mais forte é de que o crime teria sido uma tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte).

Outros dois crimes aconteceram na manhã de sábado em Aracaju. No Centro, próximo ao antigo Terminal Pesqueiro, por volta das 8h, pedestres encontraram o corpo de um homem boiando nas margens do Rio Sergipe. Ele aparenta ter 30 anos e não portava documentos, mas algumas testemunhas o reconheceram como um flanelinha que guardava carros na região dos Mercados Centrais, morava na rua e seria usuário de drogas. O rapaz foi morto com várias facadas pelo corpo. O Instituto Médico-Legal e o Instituto de Criminalística recolheram o corpo na faixa de areia, com a ajuda de garis da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb).

Horas depois, por volta das 10h30, um homem com idade presumida de 50 anos foi baleado na cabeça após uma tentativa de assalto no bairro José Conrado de Araújo (zona oeste), próximo ao supermercado Assaí. Testemunhas disseram à policia que a vítima tomava conta de uma banca de jogo do bicho, quando teria reagido à chegada de dois criminosos armados. Por causa do impacto do tiro, o homem perdeu muito sangue e um dos olhos parcialmente arrancado. Ele foi levado de carro até o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), no Capucho. O estado de saúde da vítima não foi divulgado até o fechamento desta edição. (Gabriel Damásio)