Arbitral definirá como será Sergipano 2018

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/11/2017 às 07:32:00

A determinação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em definir os certames estaduais em apenas 15 datas, tem criado dificuldades para as federações filiadas que se tornam obrigadas em realizar um campeonato com fórmulas de disputas curtas, às vezes sem motivação para o torcedor. E assim, pouco a pouco os certames estaduais vão sendo exterminados.

No caso do futebol sergipano, a Federação Sergipana de Futebol já reúne os clubes em Congresso Técnico na próxima sexta-feira 10, para definir como será o Campeonato Sergipano de 2018, que a princípio começa no dia 13 de janeiro e se encerra no dia 7 de abri. A competição será disputada em 15 datas como exige a CBF. Antes 18 datas, foi reduzido para 15 e há quem já se fale em 13 datas, o que se tornaria inviável uma boa fórmula de disputa.

Este ano a competição será disputada ainda com 10 equipes, com o rebaixamento de três equipes, para que a competição de 2019 tenha apenas nove equipes e em 2020 o estadual seria disputado com oito equipes, números que os dirigentes consideram ideal para que se tenha uma competição rentável, sem prejuízos para entidade e para os clubes. Decisão que já foi votada e aprovada em Assembleia geral da entidade.

O diretor técnico da Federação Sergipana de Futebol, Diogo Andrade, confirmou que o Campeonato Estadual de 2018 começa no dia 13 de janeiro e termina no dia sete de abril.

Segundo Andrade, em 2018, o Campeonato Sergipano terá um calendário mais apertado, com apenas 15 datas, em virtude da realização da Copa do Mundo na Rússia. Após o Estadual, no dia 14 de abril começa o Campeonato Brasileiro da Série C, onde o Confiança é o representante sergipano na competição.

O Campeonato Sergipano de 2018 será disputado por 10 equipes. Oito oriundas da competição de 2017 e duas que ganharão o acesso na Divisão A2, ora em disputa. Até o momento estão credenciadas as equipes do Confiança (campeão de 2017), Itabaiana (vice-campeão), Sergipe, Amadense, Boca Junior, Frei Paulistano, Dorense e Lagarto. Aguarda-se agora as duas equipes que subirão da Segunda Divisão. Que deve sair das equipes da Socorrense, Olímpico, Guarany e América. Duas dessas estarão na Divisão de Elite em 2018. Maiores possibilidades para socorrense que venceu o América n o primeiro jogo e o Guarany que empatou na casa do adversário. Essas duas equipes fazem o jogo de volta em casa.

O Congresso Técnico será realizado no dia 10 de novembro, na sede da Câmara de Vereadores de Aracaju. Sabe-se antecipadamente que a FSF apresentará duas fórmulas par serem apreciadas e votadas pelos clubes participantes. Isso não impede que os clubes também apresentem algumas fórmulas.

Entidades como a ACDS já manifestaram o desejo também de contribuir com o futebol sergipano a apresentando uma formula para ser apreciada pelos clubes.

- Vamos nos empenhar, para que mesmo com a escassez de datas, tenhamos uma competição enxuta, racional, de alto índice técnico e o mais importante, rentável para os clubes e a federação. Faremos o possível para que o Sergipão 2018 supere em sucesso o de 2017. Um dos primeiros passos será manter os patrocinadores e parceiros que tivemos em 2017, avaliou o presidente Milton Dantas.