João Daniel parabeniza centrais por atos na sexta para denunciar retrocessos da reforma trabalhista

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/11/2017 às 06:29:00

Na sessão da Câmara, o deputado federal João Daniel (PT/SE) parabenizou as centrais sindicais e todos os movimentos sociais que na próxima sexta-feira, dia 10, farão mobilizações por todo país para denunciar os prejuízos trazidos pela reforma trabalhista, que entra em vigor no próximo dia 11. Segundo o parlamentar, esses atos estarão denunciando “esse crime cometido contra os direitos do povo brasileiro, em especial, contra a classe trabalhadora e todos que serão atingidos por essa vergonha aprovada pela Câmara”, disse.

 Em Sergipe, a Frente Brasil Popular, que congrega as centrais sindicais, movimentos sociais e estudantil, estará realizando ato na sexta-feira, à tarde, em Aracaju, para dialogar com a sociedade e denunciar os retrocessos proporcionados pela reforma aprovada e que entrará em vigor. “Por isso, nossa solidariedade a todos os trabalhadores e a todas as trabalhadoras e o nosso total apoio às mobilizações. Somente as ruas e as ações judiciais podem impedir que ela entre em vigor”, disse João Daniel.

Entre os principais pontos da reforma trabalhista estão o negociado sobre o legislado, quando os acordos ou convenção coletiva poderão se sobrepor às leis trabalhistas; ampliação da jornada de trabalho e redução do horário de almoço; estímulo ao trabalho temporário, pois amplia o período de 90 para 120 dias, renováveis por mais 120; legalização do trabalho intermitente, quando o trabalhador poderá ser pago por período trabalhado, recebendo pelas horas ou diária; possibilidade de que mulheres grávidas ou lactantes poderão trabalhar em lugares com condições insalubres, mediante apresentação pela empresa de atestado médico que garanta que não há risco ao bebê nem à mãe, entre outros.