Reunião define reforma do Barretão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Reunião na Seinfra teve como objetivo, agilizar processos administrativos para assinatura de convênio de reforma do estádio Paulo Barreto, em Lagarto. Foto: Divulgação
Reunião na Seinfra teve como objetivo, agilizar processos administrativos para assinatura de convênio de reforma do estádio Paulo Barreto, em Lagarto. Foto: Divulgação

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 09/11/2017 às 06:21:00

O estádio Paulo Barreto de Menezes na cidade de Lagarto passará no próximo ano por uma ampla reforma. Recursos já foram alocados, no valor de 3 milhões e faltam agora só os trâmites administrativos, como assinatura de convênio e deflagração do processo de licitação das obras.

Para definir justamente esses pequenos detalhes, importante reunião aconteceu na manhã da última segunda-feira 6, na sede da SEINFRA, contando com a participação de vários representantes dos órgãos envolvidos nesse processo.

Além do secretário de Estado do Esporte, Lazer e da Juventude, Antônio Hora Filho, participaram da reunião a superintendente da Seinfra, Debora Dias, o secretário de administração, Rosman Pereira, que também representou o deputado federal Fábio Reis, diretor presidente da Cehop, Caetano Quaranta, Marcio Lima, assessor especial da Seel, Diego Matos diretor administrativo da Seel, Daniel Pereira diretor de planejamento da Seel e o engenheiro Ronalvo de Almeida.

Segundo o secretário Antônio Hora Filho, a reunião teve como objetivo principal, acelerar os procedimentos preparatórios, no sentido de formalizar convênios de repasses do Ministério do Esporte (ME), para o Governo do Estado visando objetivamente, o início das obras de reforma do estádio Paulo Barreto, na cidade de Lagarto.

 

- Trata-se de um projeto de repasse voluntário, que teve uma participação efetiva do deputado federal Fábio Reis, no valor de R$ 3 milhões, valor este já empenhado, mas para que possa efetivamente confirmar esses recursos, precisa-se formalizar um contrato entre a Seel e a Caixa Econômica, disse Antônio Hora.

As entidades e órgãos que estiveram reunidos na Seinfra, terão que cumprir algumas etapas, antes de firmar o convênio. Assim, a reunião visou principalmente agilizar processos para assinatura da ordem de serviço para licitação das obras. É bem provável que na próxima semana, a Caixa Econômica já possa iniciar a análise final do projeto, visando a assinatura do contrato.

- Como se vê, é uma força tarefa, com vários órgãos, secretarias e entidades trabalhando, para que se agilize o processo e possamos assinar o contra de reforma do Barretão ainda este ano, concluiu o secretário Antônio Hora.