Temer apela para panfleto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/12/2017 às 06:01:00

Indiferente aos protestos dos trabalhadores do país contra a reforma da Previdência o presidente Michel Temer, que ainda não tem os votos necessários para aprová-la no Congresso Nacional e dispõe de apenas 3% de popularidade, agora quer convencer aos deputados federais e senadores que não vão ter prejuízo eleitoral em 2018 se votarem a favor do projeto, que entre outros pontos estabelece idade mínima de 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres) para aposentadoria e mudança na fórmula de cálculo do benefício.

Depois de pressões, oferecimentos de cargos e proposta de liberação de recursos, Temer agora se utiliza de um panfleto informando os parlamentares que se votarem a favor da reforma da previdência não vão ser prejudicados nas eleições do ano que vem. “Vote a favor da reforma da Previdência. Foi o certo em 1998. É o Certo a se fazer hoje”, diz o panfleto, mostrando que a reforma foi aprovada no governo tucano de Fernando Henrique Cardoso em período próximo das eleições, sem prejuízo para os que votaram a favor.

Destaca o panfleto, recebido pela coluna, que 69% dos deputados federais que votaram em 1998 a favor do substitutivo do Senado conseguiram se reeleger. E no caso dos deputados contrários à proposta, apenas 50% se reelegeram.

O panfleto também mostra que com relação a votação, no plenário da Câmara dos Deputados, da idade mínima por tempo de contribuição proposta por FH, também votada em 1998, mas rejeitada por apenas um voto, 72% dos deputados que foram a favor conseguiram a reeleição. E que somente 50% dos parlamentares contrários se reelegeram deputados.

Além desse panfleto que está sendo propagado nas redes sociais, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, fez mais uma promessa aos deputados federais. Disse que caso a reforma seja aprovada, serão liberados R$ 3 bilhões para os prefeitos em 2018.

A expectativa é que dos oito deputados federais de Sergipe, apenas votem a favor da reforma da Previdência: André Moura (PSC), por ser o líder do governo no Congresso, e Fábio Reis (PMDB), por ser do mesmo partido do presidente Temer e sofrer ameaça de expulsão da legenda.

É muito provável que os outros seis deputados votem contra: Fábio Mitidieri (PSD), Jony Marcos (PRB), Valadares Filho (PSB), Laércio Oliveira (SD), Adelson Barreto (PT) e João Daniel (PT). Jony, Valadares Filho e Adelson, que foram aliados do governo, já perderam a indicação de cargos federais em Sergipe por terem votado em projetos polêmicos contra o Planalto.

O governo pretende colocar a reforma para votação na próxima semana, sendo necessários 308 votos para sua aprovação em plenário.

..................................................................................................................

 

Os votos

Segundo a coluna Radar, da Veja Online, “O líder do governo no Congresso, deputado André Moura (PSC), admitiu a um colega que, hoje, não há nem 170 parlamentares dispostos a votar a favor da proposta do Palácio do Planalto. Trata-se de um penhasco para se chegar os 308 necessários à aprovação do projeto tão sonhado por Temer”.

 

Greve geral 1

A greve geral em Sergipe realizada ontem contra a reforma da previdência, conseguiu impedir que os ônibus circulassem em Aracaju por todo o período da manhã, que parte do comércio não funcionasse e alguns bancos fechassem. As centrais sindicais conseguiram ainda bloquear o acesso a chegada e saída de Aracaju pela BR – 101.  As manifestações tiveram apoio de alguns partidos, como PT e PSTU.

 

Greve geral 2

Os servidores públicos aproveitaram o dia de paralisação para protestarem em frente ao Palácio Adélia Franco. Reivindicaram junto ao governo Jackson Barreto reajuste salarial, que não ocorre há quatro anos. JB não viu o protesto por se encontrar em Brasília desde a segunda-feira.

 

Nova tentativa

Com o desembargador Diógenes Barreto tendo negado na última segunda-feira o pedido de habeas corpus para a presidente estadual do DEM, Ana Alves, presa desde a sexta-feira passada no Presídio Feminino de Nossa Senhora do Socorro, a sua defesa protocolou ontem novo pedido de habeas corpus junto a 2ª Vara Criminal em Aracaju, que foi quem expediu o mandado de prisão. A 2ª Câmara Criminal do TJSE também julgará o habeas corpus negado por Diógenes.

 

Tempo na prisão

Ana Alves está presa há seis dias pela acusação de crimes de peculato, formação de organização criminosa e obstrução de investigação como consequência da Operação Caça-Fantasmas, que investiga cargos comissionados fantasmas na gestão do seu pai, o ex-prefeito João Alves Filho (DEM).

 

Sem saber de nada

Informações chegadas à coluna dão conta que João Alves, que se encontra em Brasília e adoentado, não está sabendo da prisão da filha. Ele foi poupado pelos familiares. Já a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) tem conhecimento e adoeceu por conta do episódio. Os dois permanecem no Distrito Federal.

 

Quem veio

Quem chegou de Brasília para acompanhar todo o processo que levou a prisão de Ana Alves foi a sua irmã Cristina Alves.

 

Comunistas em atrito 1

Os dois vereadores do PCdoB se estranharam ontem na Câmara Municipal de Aracaju. Tudo porque o Isac Silveira, autor do pedido de CPI da Saúde, postou nas redes sociais que os 12 vereadores que assinaram o requerimento da CPI são os que são a favor de uma “saúde de qualidade para todos os aracajuanos”. O líder do prefeito na Casa, Antônio Bittencourt, não gostou e reagiu.

 

Comunistas em atrito 2

Disse Bittencourt: “Todos nós temos que representar a diversidade de Aracaju. Dentro dela, uns concordam e outros não. Mas é preciso ter respeito. Aquele que não respeita seus pares não se respeita. Nessa postagem, o vereador Isac não respeitou os demais colegas, O respeito é salutar na democracia e no parlamento, mas não podemos ser agredidos por pensar diferente”.

 

Comunistas em atrito 3

Declarou ainda o líder do prefeito: “Todos os vereadores que assinaram ou não assinaram a CPI têm compromisso com a saúde. Podemos até pensar diferentes, mas não podemos nos agredir por discordar. Isac agrediu a mim, que sou companheiro e presidente do partido que ele é filiado. Essa postagem foi uma agressão a todos que pensam contra ele. Respeito bastante o colega Isac, mas lamentavelmente ele errou”.

 

Satisfação

O presidente do PPS, Clóvis Silveira, está satisfeito com os rumos do partido em Sergipe, as filiações que vem fazendo e a pré-candidatura de Mendonça Prado ao governo do Estado. Disse: “Sem mudança não há esperança. Sergipe não precisa de extremos, muito menos de salvador da pátria. Construir o novo é ter um propósito de solidificar um estado socialmente justo e democrático”.

 

No PPS

Hoje tem mais um ato de filiação do PPS, às 15h30, na sede do partido. Entre os filiados o suplente de senador Laurinho Menezes; o ex-superintendente da Polícia Federal em Sergipe, Kércio Pinto; e o ex-vereador Jailton Santana.

 

Contra a corrupção

Com o slogan “Todos Juntos a Favor da Ética”, será realizado no dia 17 de dezembro o 6º Passeio Ciclístico contra a Corrupção. A concentração será às 7h30, no Parque da Sementeira. A realização é do Governo de Sergipe, Controladoria Geral do Estado (CGE), Controladoria Geral do Município (CGM) e Controladoria Geral da União (CGU).     

 

Esperança de melhora

Acertada a decisão da Justiça Federal em transferir o contrato da Prefeitura de Aracaju com o Hospital de Cirurgia para o Governo do Estado, que a partir de janeiro passa a gerir os procedimentos previstos para o hospital. A população que necessita do atendimento do Cirurgia não merece sofrer mais com os constantes impasses relacionados a liberação de recursos. 

 

Ibarê lança novo livro 1

O cientista político Ibarê Dantas lança nesta quarta-feira, às 17 horas, no Museu da Gente Sergipana, um livro com a biografia do ex-governador Leandro Maciel. No convite, Ibarê lembra que, após mais de quatro décadas de investigação sobre a História de Sergipe, enfrentou “o desafio de escrever a biografia de Leandro Maciel, um dos líderes partidários do seu tempo, como uma mostra expressiva da política do século XX”.

 

Ibarê lança novo livro 2

Professor aposentado da UFS, Ibarê é autor do livro "A Tutela Militar em Sergipe, 1964/1984: Partidos e Eleições num Estado Autoritário", e de inúmeros outros títulos sobre a história de Sergipe.

 

Veja essa...

Virou moda os partidos quererem filiar artistas de televisão. Depois do PPS ter feito de tudo para filiar o global Luciano Huck para que concorresse a presidência da República em 2018, que acabou recuando, agora é o Solidariedade que espera filiar na semana que vem o ator Luciano Szafir, que vem a ser o ex da Xuxa e pai da Sasha.  A primeira ideia é que ele seja candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro.

 

CURTAS

 

Por unanimidade, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) desaprovou ontem a prestação de contas do PSD, PP e PRP nas eleições 2016. E aprovou, com ressalvas, a prestação de contas do SD do exercício financeiro de 2014.

 

Também ontem, por unanimidade, os membros do TRE, negaram provimento ao recurso apresentado pelo ex-vereador Emmanuel Nascimento sobre a prestação de contas das eleições 2016. E não conheceram recurso apresentado pelo vereador reeleito Dr. Gonzaga (PMDB) sobre prestação de contas do pleito de 2016.

 

Em busca de ampliar verbas para o esporte em Sergipe, o líder no Congresso, André Moura (PSC-SE), teve uma audiência na tarde de ontem com o ministro do Esporte, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), onde reforçou a necessidade de investimentos constantes em esporte e lazer, principalmente porque são importantes no combate e prevenção ao uso de álcool e outras drogas pela juventude.

O deputado federal Valadares Filho (PSB) representa a Câmara dos Deputados, como observador, da 72ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York.

 

 

Foto legenda  

O panfleto que o presidente Temer está divulgando para convencer os deputados federais a votar a favor da reforma da previdência.