Agenda no feriadão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/12/2017 às 06:28:00

O pré-candidato a governador Belivaldo Chagas (PMDB) e o deputado federal André Moura (PSC), que tem seu nome cogitado para disputar o governo pela oposição em 2018, passaram o feriadão de Nossa Senhora da Conceição andando pelo estado.

Na quinta-feira, véspera do feriadão, Belivaldo compareceu ao lançamento da programação do Bloco Rasgadinho em 2018, em um restaurante da José Sarney, em Aracaju. Esteve acompanhado do presidente da Associação Cultural Rasgadinho, César Viana; do deputado estadual Robson Viana, responsável pelo resgate do evento; o coordenador do Rasgadinho, Marcos Benigno; e o presidente da Alese, Luciano Bispo.

Na sexta-feira, Dia de Nossa Senhora da Conceição, o vice-governador participou das celebrações em homenagem a padroeira em Porto da Folha e Aracaju. Em Porto da Folha, estava acompanhado do prefeito Miguel de Dr. Marcos; do empresário da Rio FM, Teixeira Caminhões; do presidente da Fundação Aperipê, Givaldo Ricardo; vereadores, lideranças da região. Já na capital, estava ao lado da filha Priscila, do presidente da Alese, Luciano Bispo; dos deputados estaduais Augusto Bezerra e Silvia Fontes; dos secretários Zezinho Sobral e Fábio Henrique; e do diretor-presidente da Cohidro, Felizola Filho.

No sábado, Belivaldo foi a Capela com a família participar da recepção ao cantor gospel irmão Lázaro, que fez um show na cidade. Esteve ao lado da prefeita Silvany Sukita e do ex-prefeito Manoel Sukita.

No domingo, o pré-candidato a governador foi a Itabi prestigiar a 3ª etapa do Campeonato Sergipano de Motocross e da tradicional Festa do Jegue. Esteve ao lado do prefeito Manoel do Povo, da vice-prefeita Goretti, do secretário Fábio Henrique e do presidente do PT, Rogério Carvalho; e do ex-prefeito Rubens Feitosa.

Já André Moura, como líder do governo no Congresso, passou o feriadão visitando municípios do interior para anunciar liberação de recursos do governo federal. Esteve em Porto da Folha na residência da vereadora Thais Aragão e do ex-vereador Ricardo Aragão, depois seguiu para a  Comunidade Quilombola Mocambo para a entrega de 100 contratos de concessão de crédito no valor de R$5.200,00 por família instalada na área, para compra de eletrodomésticos e demais utensílios de apoio inicial, feita pelo superintendente do Incra, Gilson dos Anjos. Estava acompanhado do ex-deputado Zeca da Silva e do ex-prefeito de Monte Alegre, Tonhão, e lideranças locais.

André também esteve em Canindé do São Francisco para a entrega de 50 casas junto ao Incra, para famílias da Associação Quilombola Rua dos Negros, no povoado Curitiba. Estava ao lado do prefeito Ednaldo da Farmácia.

No feriadão em Sergipe, o líder do governo também anunciou a publicação no Diário Oficial da União de um edital do MEC com autorização de funcionamento do curso de medicina de Estância; a liberação de verbas do governo federal, em torno de R$ 1 milhão, para o Bloco Carnavalesco Rasgadinho; e a assinatura, junto a Codevasf, da ordem de serviço para elaboração do projeto da primeira fase do Canal Xingó.

Já o senador Eduardo Amorim (PSDB), que trabalha o seu nome para o governo pela oposição, ficou o feriadão em Brasília por conta da 14ª Convenção Nacional do PSDB. O pré-candidato a governador Mendonça Prado (PPS) teve agenda em Brasília, quando participou no sábado de reunião do Diretório Nacional do seu partido. E o senador Antônio Carlos Valadares (PSB), que também tem pretensões de disputar o governo, permanece em silêncio nesse período de licença médica de 121 dias.

A partir de agora, quando estamos a 10 meses das eleições, deve intensificar a agenda de final de semana dos pré-candidatos e pretensos pré-candidatos ao governo.

..............................................................................................................

 

Ainda o Finisa 1

O governador Jackson Barreto (PMDB) viajou ontem à tarde a Brasília para acompanhar o andamento do financiamento do Finisa junto a Caixa Econômica Federal, na ordem de R$ 560 milhões, para obras de infraestrutura e recuperação de rodovias estaduais. Ele está otimista na liberação do financiamento.

 

Ainda o Finisa 2

JB desistiu de viajar nessa quinta-feira a Boston, nos Estados Unidos, para inauguração de um Campus da Unit. Quer ficar entre Sergipe e Brasília acompanhando a tramitação do processo do Finisa para o caso de necessidade de alguma providência que o estado tenha que adotar para liberação do financiamento ainda este mês.

 

No interior 1

Antes de viajar a Brasília, o governador foi ontem de manhã a três municípios levar investimentos junto com o vice-governador Belivaldo Chagas. Em Pedra Mole, na companhia do prefeito João José, JB entregou a reforma do Colégio Estadual Augusto Franco e da Creche Comunitária Josefa do Carmo Santos.

 

No interior 2

Em Pinhão, na companhia da prefeita Ana Rosa, entregou um caminhão-tanque e em Frei Paulo fez a entrega de mais um caminhão-tanque, com a presença do prefeito Anderson Zé das Canas e da vice Mércia de Soares. Acompanharam JB e Belivaldo o deputado federal Sérgio Reis (PMDB), que conseguiu assegurar os recursos, e o presidente estadual do PT, o pré-candidato ao Senado, Rogério Carvalho, além de alguns secretários.

 

Caça Fantasma 1

O Jornal do Estado 2ª edição, da TV Atalaia, mostrou ontem imagens do depoimento do ex-vereador Agamenon Sobral (PHS-Aracaju) ao Ministério Público Estadual, sobre a nomeação em cargos comissionados de irmãos e sobrinhos indicados por ele no gabinete do ex-prefeito João Alves Filho (DEM). Foram cinco parentes que receberam sem trabalhar nos quatro anos de gestão de JAF, tendo desembolsado cada um entre 2013 e 2016 a importância de R$ 71.568,65.

 

Caça Fantasma 2

De Agamenon Sobral, que se achava o paladino da moralidade, ao ser  questionado pelo promotor como ele - que perseguiu médicos que batiam ponto e não trabalhavam e professores que não davam aula - nomeou irmãos e sobrinho na prefeitura sem trabalhar?: “Cargos comissionados tem regalias”.  A população já deu o troco a ele não o reelegendo vereador em 2016.

 

Na Alese 1

Ontem foi dia de votação nas comissões e plenário da Assembleia Legislativa de projetos de lei do Poder Executivo e Judiciário, assim como de deputados. Nas comissões, as discussões e votações se estenderam da  manhã até por volta das 16h.  Em plenário, as votações foram até por volta das 17h30.

 

Na Alese 2

Não foi votada ontem a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018, estabelecida em R$ 9,5 bilhões, o correspondente a R$ 715 milhões a mais que o orçamento deste ano. Em razão da grande polêmica, que levou a várias apresentações de emendas pelos deputados para remanejamento de recursos do orçamento.

 

Na Alese 3

A intenção do presidente da Assembleia, Luciano Bispo, é colocar em votação na sessão da próxima sexta-feira, a partir das 10h, a LOA. Os deputados só podem entrar em recesso parlamentar, a partir do dia 16 de deste mês, se aprovarem o orçamento 2018. O recesso vai até 15 de fevereiro do ano que vem. 

 

Contra a reforma

Diante da determinação do presidente Michel Temer em conseguir os votos necessários na Câmara dos Deputados para aprovar a reforma previdenciária ainda este ano. “Votei contra a lei da terceirização, a reforma trabalhista e a favor da investigação do presidente Temer. Antecipo que votarei contra a reforma da previdência, pois o meu mandato está sempre em sintonia com o povo brasileiro e o de Sergipe”, afirmou o parlamentar.

 

A favor da reforma

Após o PMDB e o PTB, agora é o PPS que se posiciona sobre o texto da reforma da Previdência. No sábado, a sigla decidiu fechar questão a favor da reforma e obrigar seus deputados a votarem favoráveis ao texto que tem como relator o deputado Arthur Maia (BA), filiado ao partido.

 

Na reunião

O pré-candidato a governador Mendonça Prado participou da Reunião do Diretório Nacional do PPS, no sábado, em Brasília, na companhia do presidente estadual do partido, Clovis Silveira, e Samuel Carvalho.

 

 

Veja essa...

Do deputado federal Valadares Filho (PSB), ontem, nas redes sociais, alfinetando o governador Jackson Barreto e o prefeito Edvaldo Nogueira: “JB e Edvaldo, irmãos gêmeos de uma gestão fracassada a cada dia mostram a sua identidade. Descaso com o servidor, com atrasos da folha salarial - inclusive penalizando aposentados-, caos na saúde, obras paradas, lixo nas ruas, violência e rejeição popular”.

 

 

CURTAS

 

Na comemoração ao Dia da Bíblia em Capela, no sábado, com o show do cantor gospel Irmão Lázaro, o vice-governador Belivaldo Chagas foi recepcionado pela prefeita Silvany Sukita e o ex-prefeito Manoel Sukita.

 

Belivaldo, inclusive, jantou na residência dos dois, levando a crer que ele já deve ter superado a mágoa com o governador Jackson Barreto no episódio em que perdeu o comando do Podemos no Estado para o secretário Zezinho Sobral. Sukita agora comanda o PHS em Sergipe.

 

O advogado Wellington Mangueira e a freira belga radicada em Sergipe, Irmã Francisca, recebem hoje Medalha de Direitos Humanos Dom José Vicente Távora, por conta da passagem do Dia Internacional de Direitos Humanos, comemorado dia 10 de dezembro. Será às 11h, no plenário da Assembleia Legislativa. A homenagem é da própria Alese.

 

Prognóstico feito ontem pelo economista Heinz Rudolph, líder do Banco Mundial para o setor financeiro: “A situação das contas públicas do Brasil é preocupante, e a situação de calamidade financeira do Rio de Janeiro deve se repetir nos demais Estados na próxima década”.

 

 

 

Foto legenda CONVENÇÃO

 

 

 

O senador Eduardo Amorim participou no sábado do Congresso Nacional do PSDB, em Brasília, ao lado do ex-governador Albano Franco e do ex-deputado federal José Carlos Machado.

Na formação do novo Diretório Nacional do PSDB, em que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi eleito presidente do partido, Eduardo Amorim foi escolhido como um dos vogais, que é primeiro substituto em caso de vacância dos cargos.

“O partido em Sergipe saiu fortalecido e valorizado da Convenção. Vários espaços foram conquistados: na juventude, com Herbert Pimenta; no Tucanafro, com Daniel Max; e na Executiva Nacional, com o meu nome escolhido com um dos vogais do PSDB. Ficamos felizes com essa prova de que estamos no caminho certo na condução do partido em Sergipe. Vamos continuar avançando e fortalecendo cada dia mais o PSDB em Sergipe e no Brasil”, salienta Eduardo.