Iran apoia luta por nova Unidade de Saúde no Mosqueiro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/12/2017 às 06:41:00

O dia 27 de dezembro não traz boas lembranças para os moradores do Mosqueiro, na Zona de Expansão de Aracaju. Há exatos 4 anos, a comunidade assistia à demolição do prédio onde funcionava a Unidade Básica de Saúde da Família Niceu Dantas. A Administração do então prefeito João Alves Filho (DEM), paralelamente à demolição, prometeu a construção de uma nova unidade no local, maior e melhor aparelhada. Essa promessa nunca foi cumprida, como tantas outras da Administração anterior.

Enquanto isso, os cerca de 7 mil habitantes do Mosqueiro são obrigados a utilizar um posto de saúde improvisado numa pequena casa, que não oferece as mínimas condições para o funcionamento dos serviços que a comunidade necessita.

“A Unidade de Saúde só tem um consultório com ar-condicionado, onde os cinco profissionais que atuam não podem atender no mesmo dia, por falta de espaço. Só há duas salas que comportam atendimento e apenas um banheiro. Não tem a menor condição de atender a população”, denuncia o Agente Comunitário de Saúde Ubiracy Ferreira, liderança local que vem, ao longo desses quatro anos, lutando pela mudança do prédio.

 

Ação parlamentar - O Vereador Iran Barbosa, do PT, vem acompanhando essa luta dos moradores do Mosqueiro por uma nova Unidade de Saúde em local maior e mais adequado. Ainda no início dos trabalhos legislativos deste ano, o parlamentar apresentou, na Câmara Municipal de Aracaju, a Indicação Nº 463/2017, solicitando da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) a construção da nova Unidade Básica de Saúde do Mosqueiro.

No dia 6 de julho deste ano, o parlamentar também esteve no local conversando com a comunidade e avaliando de perto o problema. Acompanhado de Ubiracy, Iran visitou o imóvel atual onde funciona a Unidade Básica de Saúde da Família Niceu Dantas e dialogou com a então gerente da Unidade, Simone Costa, que reconheceu todos os problemas existentes.

“Naquele momento, pudemos constatar o absurdo que ocorreu na gestão de João Alves, com a derrubada do antigo prédio da Unidade de Saúde, o isolamento do local e abandono da área. Mas também pudemos verificar outros espaços que a comunidade buscou para apresentar à Secretaria Municipal de Saúde como alternativa para o funcionamento do posto, enquanto não se constroi a sede definitiva. No entanto, hoje faz quatro anos que a Unidade foi demolida e a comunidade ainda convive com a precariedade de funcionamento em um imóvel totalmente inadequado. É preciso que a Administração Municipal resolva esse problema o quanto antes”, apontou o vereador.

Ainda no dia 22 de julho deste ano, Iran Barbosa tratou da questão em uma audiência com a secretária municipal de Saúde, Waneska Barboza, da qual também participaram lideranças comunitárias. A secretária e sua equipe expuseram as dificuldades enfrentadas pela pasta, mas colocaram-se à disposição para buscar alternativas e tentar resolver o problema específico da Unidade de Saúde do Mosqueiro.