MDS prorroga prazo para idosos do BPC estarem no Cadastro Único

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/12/2017 às 06:51:00

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) oficializou a prorrogação do prazo para que idosos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) estejam cadastrados ou atualizem seu dados junto ao Cadastro Único. O prazo, que terminaria na próxima sexta-feira, 29, foi prorrogado até dezembro de 2018, de acordo com a Portaria Interministerial n° 5/2017, publicada no Diário Oficial da União. No entanto, a Secretaria Municipal da Assistência Social de Aracaju continua disponibilizando equipes nos 16 Centros de Referência da Assistência Social (Cras) para que as pessoas possam continuar regularizando suas situações cadastrais e não corram o risco de perder o benefício.

De acordo com a diretora de Proteção Social do Sistema Único da Assistência Social (SUAS), Inácia Brito, desde o início do ano as equipes dos Cras estão realizando visitas residenciais, fazendo o cadastramento e um trabalho de conscientização a respeito do BPC. "Nós já estamos realizando campanhas informativas e disponibilizamos trabalhadores para atender a demanda. Mas, ainda assim, há muitas pessoas que ainda não realizaram o cadastro por medo de perder o benefício, quando a questão é justamente o contrário: se não fizer o cadastro é que pode ficar sem receber", explicou a diretora, que acrescentou que a prorrogação do prazo foi de extrema importância para evitar que muitos idosos percam o benefício.

O último levantamento realizado pela coordenação de Benefícios Assistenciais e Transferência de Renda da Assistência Social de Aracaju, indicou que, dos 3.528 idosos, apenas 1.055 haviam buscado a inserção no Cadastro Único. Uma pendência que chega a 2.473 pessoas, apenas em Aracaju. Vale lembrar que, caso o idoso tenha dificuldade de deslocamento, a inscrição pode ser feita pelo responsável familiar, através da apresentação do CPF de todas as pessoas que moram na residência com o beneficiário.