Lançamento do Campeonato Sergipano

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Presidente Milton Dantas apresenta novos patrocinadores  a uma seleta plateia, no lançamento oficial do Sergipão 2018. Foto: Jorge Henrique
Presidente Milton Dantas apresenta novos patrocinadores a uma seleta plateia, no lançamento oficial do Sergipão 2018. Foto: Jorge Henrique

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/01/2018 às 06:17:00

A Federação Sergipana de Futebol (FSF) caprichou e promoveu uma festa marcante, no lançamento do Campeonato Sergipana de Futebol, o Sergipão 2018, centésimo na história do futebol sergipano. Uma festa que marca sem dúvida alguma, a entrada da entidade sergipana na era da verdadeira gestão profissional. O evento aconteceu na noite da quinta-feira (04), na sede do Clube da Associação de Engenheiros Agrônomos de Sergipe (AEASE).

Tudo foi trabalhado com dedicação e esmero, desde a entrada da AEASE, feericamente iluminada, os destacados painéis, a composição da mesa, até o coquetel, servido ao encerramento do evento. “Tudo foi organizado a capricho, para que esse lançamento, seja uma marca destacada de que teremos uma competição importante. Queremos promover o maior campeonato sergipano de todos os tempos”, disse o presidente da FSF, Milton Dantas, na abertura da cerimônia. 

Abrindo a solenidade, o presidente Milton Dantas falou sobre o trabalho da entidade para arregimentar parceiros e patrocinadores e, apresentou os novos patrocinadores da competição, a Cervejaria Schin, a Distribuidora Fasouto e a Energisa. “São parceiros que acreditam no sucesso do futebol sergipano e vem se juntar a TV Atalaia e outros, para promovermos um campeonato com alto índice técnico e a presença de grande público nos estádios. Queremos destacar a presença da Caixa Econômica, aqui representada pelo superintendente Marco Costa, que continua como nosso patrocinador máster. Breve teremos mais novidades, pois estaremos assinando o novo contrato”, disse o presidente.

Emocionado, Milton Dantas destacou que o seu projeto administrativo é deixar a Federação Sergipana de Futebol com um clube na Série B e dois ou três na Série C. “Tenho ainda dois anos pela frente. Temos muito ainda a executar e a gente não perde a esperança, de termos pelo menos um clube na Série B do Campeonato Brasileiro e dois ou três clubes na Série C. Sabemos que a responsabilidade é grande, mas não mediremos esforços, para atingirmos esses objetivos”. O presidente destacou a campanha dos clubes sergipanos na Copa do Nordeste de 2017, citou a evolução da FSF no ranking da CBF e principalmente, o crescimento do Confiança entre os clubes brasileiros. “Hoje o Confiança está entre os 60 maiores clubes do Brasil é o 54º. colocado.

- Hoje somos o menor estado do Brasil, mas a Federação Sergipana de Futebol está na 17ª. colocação. Estamos à frente de dez federações. Hoje nós temos quatro equipes representando o Estado na Copa São Paulo. É o único estado do Nordeste, com exceção da Bahia, a contar com esse número de representante na competição. 

Sobre o Sergipão 2018, o presidente disse que será uma competição muito disputada. “Teremos com certeza, seis equipes brigando diretamente pelo título. Queremos aqui destacar o trabalho que vem sendo feito no Lagarto, com o apoio do craque Diego Costa. Por isso, estamos com a perspectiva altamente positiva para realizarmos o maior campeonato de toda história do futebol sergipano, nesses 100 anos de realização do campeonato sergipano”, concluiu Milton Dantas.

Usaram ainda da palavra Glenysson Cruz, diretor de praças de esportes da Seel, ali representando o secretário Antônio Hora e o Governador Jackson Barreto, Jorge Araújo Filho, representando o prefeito Edvaldo Nogueira, o deputado Jairo de Glória, o vereador Tiaguinho Batalha, o promotor de justiça Deijaniro Jonas Filho, o presidente do Confiança Hyago França, o presidente da ACDS, Adel Ribeiro, o comandante do Policiamento da Capital Coronel Vivaldi Cabral, entre outras autoridades e desportistas, que demonstraram a alegria e a esperança de que teremos uma grande campeonato pela frente.

Após as falas das autoridades, o mestre de cerimônia, radialista Carlos Batalha, convidou os presentes para participar do coquetel servido pela Federação Sergipana de Futebol ao som de uma boa música.