Policiais suspeitam que sergipana queria vender bebê que foi raptada em Alagoas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/01/2018 às 05:52:00

Uma menina recém-nascida foi resgatada na madrugada do último domingo em Japaratuba (Vale do Cotinguiba), após ser localizados por policiais de Sergipe e de Alagoas. Ela estava desaparecida após a última sexta-feira, após ser raptada na cidade de Colônia Leopoldina, interior do estado vizinho. Segundo a polícia, a autora do sequestro seria uma sergipana identificada como Maria das Graças do Nascimento, que era amiga da família da criança e fugiu da casa onde foi descoberta.

De acordo com os pais, a suspeita pediu para levar a criança para passear e não voltou mais, deixando a família desesperada. Policiais civis da Delegacia Regional de Novo Lino investigaram o paradeiro e conseguiram informações anônimas sobre uma casa onde Maria estava escondida com a criança. Quando a informação foi confirmada, os policiais avisaram à companhia da Polícia Militar em Japaratuba, cujos soldados fizeram buscas na casa. Segundo o sub-tenente Alessandro Pereira Santos, a mulher deixou a criança com a filha, uma adolescente de 16 anos, e fugiu após pular o muro da residência.

A principal suspeita da PM sergipana é de que a criança seria vendida e que a acusada teria um envolvimento com o tráfico de drogas e passagem pela polícia. A menina já foi entregue à família e levada de volta para Alagoas. Já a filha da acusada foi entregue aos cuidados do Conselho Tutelar de Japaratuba.