Tudo ao seu tempo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 17/01/2018 às 06:13:00

Apesar da persistência da crise econômica, o governador Jackson Barreto deve retardar até o limite legal – 07 de abril – para se desincompatibilizar do cargo e ficar apto a disputar vaga de senador nas próximas eleições. Antes de sair, Jackson pretende adotar uma série de medidas administrativas para tentar garantir o pagamento dos servidores dentro de um prazo razoável - os servidores aposentados que recebem acima de R$ 2,5 mil ainda não receberam a diferença referente ao mês de dezembro.

Ao longo de 2017, JB aventou diversas vezes a possibilidade de deixar o cargo logo no início de 2018, para que o vice-governador Belivaldo Chagas, que será o candidato do grupo ao governo, pudesse ter tempo de fazer as mudanças que considerasse necessárias e chegar ao período das convenções com a administração organizada. Como há mais de um ano o vice-governador já participa diretamente de todas as decisões administrativas e a sua pré-candidatura passa por um bom momento, Jackson acha que pode permanecer no cargo até o período legal.

Apesar das pressões do presidente Temer, Jackson espera assinar ainda este mês contrato com a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 560 milhões, para a recuperação de estradas e outras importantes obras para o Estado. Esse empréstimo tem uma característica diferente: os recursos são liberados ao longo da execução das obras e a própria Caixa é quem faz os pagamentos diretos as empreiteiras contratadas. O Estado apenas atesta a realização dos serviços.

Se pelo lado do governo há uma calmaria política mesmo diante da crise econômica, o mesmo não ocorre no âmbito da oposição. Enquanto o senador Eduardo Amorim (PSDB) e o deputado federal André Moura (PSC) parecem bem afinados juntamente com as dezenas de prefeitos que acompanham o líder do presidente temer no Congresso, o mesmo não ocorre em relação ao PSB do senador Valadares. Cada dia surge uma história e, ontem, nos programas de rádio, surgiu declaração do deputado federal Valadares Filho dizendo que não gostaria que André Moura integrasse a chapa majoritária, por ser líder do governo Temer.

Hoje André é o mais influente do bloco de oposição e o político que tem condições de aglutinar mais apoios para uma candidatura ao governo ou ao Senado. Com sua atuação na liderança, conseguiu liberar pequenas emendas para praticamente todos os municípios sergipanos e se relaciona bem com presidentes de partidos que podem participar da coligação.

E trata sempre de dizer que para onde for estará ao lado do senador Amorim, em função da ligação que tem com o seu irmão, Edivan Amorim. André agora vem dizendo que não fará nenhum cavalo de batalha caso Amorim queira ser candidato a governador – ele disputaria o Senado.  O deputado insiste que indicação dos candidatos majoritários deve ocorrer ainda este mês - no mais tardar antes do Carnaval, que começa na segunda semana de fevereiro.

Pelo calendário do PSB qualquer definição só deve acontecer entre o final de março e início de abril. Esse tempo seria necessário para as conversas com os dirigentes partidários. O problema é que a cada diz que passa, surgem novos rumores que ampliam as divergências entre André e o PSB que podem provocar um rompimento inevitável e cada um partir para o seu lado.

Jackson e Belivaldo estão dando exemplo de unidade do bloco, apesar da crise que não deixa de rondar o governo. Já a oposição...

-

Sem convite

A vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino (PT), negou ontem que tenha conversado com o governador Jackson Barreto sobre a possibilidade de vir a disputar a eleição como candidata a vice-governadora na chapa de Belivaldo Chagas. Ela disse que nunca discutiu essa possibilidade.

Ligações

Eliane Aquino vem manifestando interesse em participar das eleições de outubro, mas na condição de candidata a deputada federal. Ela tem reclamado que o PT não vem abrindo espaço para discutir a sua pretensão, mas quando chegar mais perto das convenções deve voltar a tratar da questão. Eliane, que era muito ligada a Márcio Macêdo, vice-presidente nacional do PT e pré-candidato a deputado federal, hoje integra o Movimento PT, liderado no Estado por Sílvio Santos. E tem também boa ligação com a deputada estadual Ana Lúcia, da tendência Articulação de Esquerda.

Acordo

No entendimento firmado entre os partidos aliados a JB, ficou acertado que o PT teria participação na chapa majoritária com a indicação de Rogério Carvalho para uma das vagas ao Senado. E Rogério já está em campanha.

Fake news

Os integrantes do Conselho Consultivo estabelecido pela Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reuniram-se, pela segunda vez, na segunda-feira (15) com representantes da sociedade civil para debater as regras para a propaganda eleitoral na internet nas Eleições Gerais de 2018, especialmente no que se refere às chamadas fake news. A reunião foi conduzida pelo secretário-geral da Presidência do TSE, Luciano Fuck.

Robôs

“Nem todos os robôs utilizados na internet são ruins. Há robôs benéficos, há outros que não são. Então é importante passar as informações para os juízes, eleitores e candidatos conseguirem diferenciar quais ferramentas são apropriadas, definir o que é o impulsionamento positivo que a legislação permitiu, daqueles outros mecanismos de spam que prejudicam bastante os serviços e que podem prejudicar até os procedimentos das eleições”, ponderou o secretário.

Foco

De acordo com o secretário-geral do Tribunal, o foco do Conselho Consultivo não está na punição, mas na prevenção do que pode ser feito para coibir a utilização das fake news durante as Eleições Gerais 2018. “Nós temos 145 milhões de eleitores. É um raio de abrangência muito grande, e que tem esse efeito multiplicador dos robôs e das tecnologias bem instrumentalizado. Se isso atingir 10% do eleitorado, são 14 milhões de pessoas. Então, a gente tem uma preocupação bem específica”, ressaltou.

Compromissos

De Eduardo Prado de Oliveira, presidente da FIES, sobre a crise econômica do Estado: “Mesmo diante da dificuldade financeira que nos assola, é preciso reconhecer o esforço e a luta do Governador Jackson Barreto para honrar os compromissos do Estado, e ao mesmo tempo vemos a sua dedicação e empenho em ações que possibilitem a entrada de investimentos de grande porte, como a Usina Termelétrica na Barra dos Coqueiros, o Projeto Carnalita, fortalecimento das cadeias produtivas locais, dentre vários outros, que sem sombra de dúvidas serão indutores de crescimento”.

Lixo

A Comissão Permanente de Licitação da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) realiza nesta quarta-feira, 17, às 9h, na sede da empresa, uma sessão pública com o objetivo de concluir a análise das propostas de preços e julgamento do processo licitatório, cuja finalidade é a contratação de empresas especializadas para a execução dos serviços de limpeza urbana de Aracaju. Das 12 empresas credenciadas na primeira fase de habilitação e análise dos documentos, oito foram habilitadas e permaneceram no certame. O edital prevê a contratação das empresas para um prazo de cinco anos, com valor anual dos serviços de R$ 80 milhões.

Agenda

O governador Jackson Barreto visita na manhã desta quarta-feira, 17, as obras do Largo da Gente Sergipana e, em seguida, dirige-se ao Palácio dos Despachos, onde autoriza a construção da unidade prisional em regime semiaberto de Areia Branca. O Largo da Gente Sergipana corresponde a um investimento de R$ 6.425.530,80. A instalação artística está sendo construída sobre o Rio Sergipe, na Avenida Ivo do Prado, em frente ao Museu da Gente Sergipana.

Presídio

Após a visita ao Largo, Jackson Barreto assina Ordem de Serviço para a construção de uma unidade prisional em regime semiaberto no município de Areia Branca. A solenidade será no Palácio dos Despachos. Com a obra do governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Justiça e Defesa do Consumidor, Sergipe voltará a ter uma unidade de custódia no regime semiaberto. A construção da unidade foi um compromisso assumido pelo governador Jackson Barreto junto à sociedade e ao Poder Judiciário.

Carmen Lúcia

Jackson Barreto foi ao aeroporto cumprimentar a presidente do STF, Carmen Lúcia, que veio discutir a situação dos presídios sergipanos. Foi um rápido aperto de mão. Durante a reunião na sede do TJSE, Carmen Lúcia teve que ouvir protestos contra as reformas do governo federal e o julgamento do ex-presidente Lula, marcado pelo TRF4 (Porto Alegre) para a próxima quarta-feira (25).

BR-101

A juíza da 1ª Vara Federal da Seção Judiciária de Sergipe, Telma Maria Santos Machado, proferiu sentença nos autos da Ação Popular nº 0801432-60.2017.4.05.8500, que trata das obras de duplicação da BR-101, no trecho entre Pedra Branca e Maruim. Em sua decisão, a magistrada reconheceu que a não conclusão da referida obra, que se encontra paralisada há vários anos, lesiona o patrimônio público e a moralidade administrativa e determinou sua conclusão no prazo de 120 dias.

Não é candidata

A deputada estadual Ana Lúcia (PT) confirmou a decisão de não disputar o processo eleitoral de 2018 na condição de candidata. “Se não me falta convicção da necessidade e da importância do espaço a ser ocupado em nossa Assembleia Legislativa, especialmente em uma conjuntura decisiva de embate e polarização, é preciso reconhecer que me faltam condições físicas e de saúde para assumir um novo ciclo de disputa eleitoral e de exercício parlamentar”, disse a deputada, em nota.

O escolhido

“E essa é uma escolha definitiva, um caminho coerente com minha opção de vida. Estaremos, como sempre, disputando ao lado de nossos companheiros todos os espaços públicos, nas ruas, nas manifestações, na Alese. O companheiro de longa data (e de todas as horas) Iran Barbosa já é um quadro largamente reconhecido e respeitado pela sociedade sergipana, por sua trajetória de compromisso com os trabalhadores e com a população que mais necessita de políticas públicas”, informou.

Elogios

Ana Lúcia elogia o vereador: “Foi eleito por três vezes vereador de Aracaju, sendo o mais votado em duas oportunidades e, em outra, o segundo mais votado. Eleito deputado federal, ganhou destaque nacional e foi o único sergipano a compor a Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal. Seu mandato constituiu-se como referência nacional para os trabalhadores e para os movimentos sociais. Um mandato coerente, democrático e popular. Iran Barbosa certamente continuará honrando a melhor tradição de combatividade e enchendo de orgulho o povo sergipano. O ano está apenas começando. Se muitos são os desafios, as formas de lutar são ilimitadas.”