Prazo para buscar vaga em universidades federais termina hoje

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/01/2018 às 06:48:00

Termina hoje o prazo para candidatos buscarem uma vaga nas universidades federais do Brasil por intermédio da aplicação da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018), junto ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Logo mais, impreterivelmente as 0h de amanhã, o sistema administrador do maior concurso universitário da América Latina começa a contabilizar a pontuação obtida por cada estudante, e preencher as vagas conforme a livre escolha das instituições indicadas pelo Governo Federal, por intermédio do Ministério da Educação (MEC). A perspectiva é que o resultado geral dos aprovados em cada curso de graduação e universidade seja apresentado no próximo dia 29.

No geral são 130 instituições de ensino superior no Brasil, sendo 30 unidades estaduais e 100 federais, as quais, juntas, ofertarão 239.601 vagas na graduação. No Estado de Sergipe, a Universidade Federal (UFS), está disponibilizando um total de 5.440 vagas, ofertadas em 105 cursos distribuídos por cinco campi, sendo eles nos municípios de: São Cristóvão, Aracaju, Itabaiana, Laranjeiras e Lagarto. A instituição federal destaca que desse total de vagas, 2.614 são para ampla concorrência, 2.721 vagas são disponibilizadas dentro do sistema de cotas, conforme a Lei Federal nº 12.711/2012, ficando as 105 vagas restantes para portadores de necessidades especiais.

Finalizando mais um processo seletivo, a professora Ronise Carvalho acredita que muitos candidatos já possuem consciência se seguem disputando espaços nas universidades escolhidas, ou se necessitam intensificar os estudos caso desejem seguir pleiteando por um espaço. Questionada como funciona esse monitoramento virtual que permite analisar a frequência das médias por graduação, ela informou que o próprio MEC, com compartilhamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), divulgam paulatinamente o índice médio dos cursos e isso ajuda na análise das notas. No curso de medicina, por exemplo, já é possível garantir que o Estado do Rio Grande do Norte possui a maior média do país.

“Com uma variação de 750,06 a 881,76 pontos já sabemos que aquele que buscou uma vaga por lá precisa ter atingido pelo menos essa porcentagem para seguir sonhando com o acesso direto. Os demais ficarão como excedentes. Muitos já possuem uma noção básica do resultado, mas nada como a confirmação para seguir estudando para o próximo Enem, ou para comemorar a aprovação junto a amigos e familiares”, declarou. O resultado das provas foi publicado oficialmente na quinta-feira da semana passada quando o Inep abriu o sistema para consulta. Aqueles que ainda não tiveram acesso precisa, sobretudo, adiantar o procedimento, acessar o portal do candidato, informar os números do CPF e a senha cadastrada.

Conforme previsto no edital do concurso, como o preenchimento das vagas possui uma política flexível, é possível que, mesmo após o candidato ter feito sua inscrição no primeiro dia, ele poderá alterar suas opções até o prazo final (23h59m59s de hoje). “Sempre trata-se de um momento de bastante ansiedade não apenas aos jovens que enfrentaram o Enem, bem como para nós professores que trabalhamos intensamente para fazer esse sonho dos educandos a se tornar realidade. Com o coração e confiantes no sucesso daqueles que realmente se dedicaram aos estudos, ficamos na expectativa do lançamento oficial dos aprovados”, pontuou Ronise Carvalho.

Finalizado mais uma etapa deste processo, a diretoria executiva do MEC informou que o Exame Nacional do Ensino Médio, edição 2018, será aplicado novamente em dois sábados, sendo eles nos dias: 4 e 11 de novembro. O edital com todas as informações de interesse dos candidatos está previsto para ser publicado no dia 21 de março e as inscrições serão realizadas entre 7 a 18 de maio. Não foi informado se esse ano terá reajuste no valor das inscrições. (MAJ)