Prefeitura de Lagarto informa que não tem condições de manter o matadouro municipal

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 31/01/2018 às 06:41:00

Com o prazo para a Prefeitura de Lagarto apresentar as adequações para a manutenção do matadouro se esgotando, o secretário de Comunicação do município, Aloisio Andrade, informou na manhã desta terça-feira, 30, que a administração não tem condições financeiras para manter o estabelecimento funcionando de acordo com a legislação. A Prefeitura tem até hoje, 31, para informar ao Ministério Público Estadual (MPE) o que foi feito no matadouro.

Segundo ele, devido ao custo alto para manter um matadouro em funcionamento, a Prefeitura de Lagarto deverá apresentar nesta quarta-feira uma proposta de uma parceria público-privada. Se a justiça não acatar a ideia, o estabelecimento será fechado e o abate de animais deverá ser feito em outro local.

"Para consertar o matadouro custa R$ 6 milhões de reais e o município não tem condições nenhuma. Qualquer serviço feito lá gera uma despesa exorbitante. Com o prazo dado pelo MP, o prefeito Valmir Monteiro ouviu empresários e pessoas que teriam interesse em participar de uma parceria público-privada. Essa alternativa será apresentada amanhã”, disse.