Convênio garante recursos para Plano de Mobilidade Urbana de Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Autoridades exibem o convênio assinado na noite de quinta-feira
Autoridades exibem o convênio assinado na noite de quinta-feira

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/02/2018 às 10:04:00

Foi assinado na noite da última quinta-fei-ra (01) convênio entre a Prefeitura de Aracaju e Governo Federal para as obras do primeiro Plano de Mobilidade Urbana da capital sergipana. O projeto orçado em aproximadamente 140 milhões de reais foi assinado pelo prefeito Edvaldo Nogueira, pelo ministro das Cidades Alexandre Baldy e pelo deputado André Moura.

O projeto surgiu ainda na gestão anterior do prefeito Edvaldo Nogueira, no entanto, esteve paralisado entre 2013 e 2016. Ao retornar ao posto de chefe do Poder Executivo municipal Edvaldo deu novo fôlego ao sonho antigo, readequando o projeto com celeridade para que os parâmetros impostos pelo Ministério da Cidade fossem contemplados e a verba pudesse ser viabilizada. "Esse é um momento muito significativo para a nossa cidade. Tenho que agradecer ao ministro Alexandre Baldy e ao deputado André Moura por ajudarem na realização deste sonho. Esse evento abre a perspectiva de que a nossa cidade faça seu encontro com o futuro. A mobilidade urbana é um grande desafio para nós que moramos nas grandes cidades e esse projeto torna Aracaju uma cidade mais fácil de se locomover", comemorou o prefeito.

O Plano de Mobilidade Urbana de Aracaju disponibilizará para o aracajuano quatro corredores para transporte coletivo, nas principais avenidas da cidade, terminais de integração e abrigos de ônibus reformados, além de semaforização inteligente. Um legado que é fruto de uma união política que busca recuperar a qualidade de vida da população. "A nossa parceria está dando resultados. Eu fico muito feliz de participar de um projeto republicano que está instalando um estilo novo de fazer política aqui no nosso estado, arregaçando as mangas e trazendo recursos para os que mais precisam. É isso que importa, nós nos unimos pelo povo de Sergipe", destacou o líder do Governo Federal na Câmara de Deputados, André Moura.

O impacto do planejamento que integra o Plano Municipal de Mobilidade Urbana será sentido diariamente, através de uma nova configuração de trânsito, mais seguro e rápido. Mudando concretamente a realidade dos aracajuanos. O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, parabenizou a equipe da Prefeitura de Aracaju pela celeridade nas adequações do projeto e ressaltou a mudança que o Plano trará para a população. "É uma enorme satisfação perceber a diferença que as ações dos gestores públicos fazem na vida das pessoas, sobretudo das mais carentes. Eu parabenizo ao prefeito Edvaldo Nogueira e sua equipe pela elaboração desse projeto e ao deputado federal André Moura pela intermediação que permitiu que os recursos fossem disponibilizados de maneira célere. Não tenho dúvidas que esse Plano de Mobilidade Urbana deixará a cidade mais bonita e com um transporte público de melhor qualidade", garantiu o ministro.        

O convênio oficializado no evento é o primeiro contrato que o Governo Federal firma em 2018 com uma prefeitura. Assim que a obra estiver pronta o trânsito da cidade será mais fluído, sobretudo o transporte coletivo, fato que beneficiará prioritariamente a população que necessita exclusivamente desse serviço público. Mais uma vez a gestão busca priorizar a população de maior vulnerabilidade social. "Nós temos que reconhecer quem trabalha para ajudar nossa cidade e nosso estado, por isso é que destaco a atuação do prefeito Edvaldo Nogueira, do deputado André Moura e do ministro Alexandre Baldy. Eu não estou preocupado com as patrulhas político-ideológicas, pois é preciso buscar ajuda e se reunir para executar as obras que vão melhorar a vida do povo, sobretudo a parte da população mais humilde", ressaltou o governador Jackson Barreto.