SES dá início à mudança para o Centro Administrativo da Saúde

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/02/2018 às 09:27:00

Iniciado o processo gradual de transferência de setores, a sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) passou a funcionar, desde ontem (06), no Centro Administrativo da Saúde Senador Gilvan Rocha, localizado na Avenida Augusto Franco, em Aracaju. A mudança consiste em unir 14 unidades da Rede Estadual de Saúde num único espaço, que compreende aproximadamente 30 mil metros quadrados.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Almeida Lima, a abertura do Centro Administrativo da Saúde representa a unificação dos serviços desempenhados pela secretaria e pela Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), com avanços em todos os sentidos. Segundo o gestor, através dessa medida, o Estado economiza em aluguel ao dispensar locações orçadas em torno de 240 mil reais, trocando por uma só locação que custará 150 mil reais por mês.

"A economia na logística, em recursos humanos, ainda é muito superior, diante do fato de unificarmos os trabalhos de unidades administrativas da saúde espalhadas em Aracaju e em Nossa Senhora do Socorro. Ou seja, iremos economizar, uma vez que os setores dispersados geram gastos em energia, transporte, limpeza, segurança e estrutura. Porém, concentrados os serviços, essa despesa vai diminuir enormemente", justificou Almeida.

O novo centro administrativo proporcionará a junção de setores, como Vigilância Sanitária Estadual, Central Estadual de Armazenamento e Distribuição dos Imunobiológicos (Ceadi), Almoxarifado Central (Alcen), Central de Logística (Celog), garagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para conserto e manutenção de veículos, oficina, Central de Equipamentos, setor de patrimônios e arquivos. Por meio dessa medida, ainda foram liberadas inúmeras áreas do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), possibilitando a criação de 200 novos leitos. Desse total, 45 já foram entregues.

Com a utilização do centro, a dinâmica dos serviços saúde estará sujeita à resolutividade mais rápida, através de uma comunicação interna mais qualificada. Para que o novo espaço estivesse apto a receber os setores, adequações de infraestrutura foram realizadas sem comprometer os serviços de assistência em saúde mantidos pela SES. Durante esse processo, equipes do Almoxarifado Central abasteceram previamente com insumos, vacinas e medicamentos todas as unidades inseridas na Rede Estadual de Saúde.