Confiança pronto para pegar o Treze-PB

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Time proletário treinou no Sabino e está pronto para encarar o Treze-PB hoje à noite na Arena Batistão
Time proletário treinou no Sabino e está pronto para encarar o Treze-PB hoje à noite na Arena Batistão

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/02/2018 às 03:00:00

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br

O Confiança está pronto e definido para enfrentar o Treze-PB na noite desta quinta-feira às 19h00 na Arena Batistão. As duas equipes entram em campo com seus técnicos interinos. No Confiança, Edmilson Santos assumiu o lugar de Ailton Silva, demitido na segunda-feira. No Treze, Kleber Romero assumiu a vaga deixada por Oliveira Canindé.
Tanto o Confiança como o Treze já contrataram seus treinadores, mas só assume o comando depois do jogo de hoje. Luizinho Lopes é o novo nome do Confiança, enquanto Flávio Araújo, que deixou recentemente o CSA foi contratado pelo Treze-PB.
Contra a equipe paraibana, o Dragão do Bairro Industrial não vai só em busca da primeira vitória na Lampions League. Os proletários querem também sair da má fase na temporada, pois o clube não vai bem no estadual também.

- A avaliação que eu faço é de uma equipe que passa por um momento difícil e que está trabalhando com determinação para mudar essa situação. Nos poucos treinamentos que nós fizemos ficou demonstrado isso por parte dos jogadores. Além de termos a consciência que temos condições de reverter a situação. Só depende de nós. Temos que nos dar em campo o máximo possível e ganhar os jogos para termos uma tranquilidade maior, avaliou Edmilson Santos.
Edmilson Santos não vai mudar o sistema de jogo do Confiança para o jogo contra a equipe paraibana. O técnico interino falou sobre possíveis mudanças táticas.
- Ficou a opção para que jogássemos taticamente da mesma forma que vínhamos jogando. Mas com uma disposição maior, uma vontade maior e ficou também trabalhado para jogar à minha maneira. Essa segunda opção é mais complicada, porque não tivemos tempo suficiente para que eles pudessem assimilar da melhor forma possível como eu gosto de trabalhar, disse o treinador.