Boca Junior é outro que perdeu o treinador

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/03/2018 às 22:28:00

 

Além do Itabaiana que dispensou Gilberto Pereira, o Boca Junior, adversário do time serrano esta noite no Etelvino Mendonça, também demitiu o seu treinador. Ricardo Pereira perdeu o comando da equipe estanciana. A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira pelo próprio treinador. A diretoria do time de Estância contratou Aldo França para o lugar dele. O novo comandante já fez o primeiro trabalho com o grupo. Ricardo dirigiu o Boca em cinco partidas durante a primeira fase, foram duas vitórias, uma derrota e dois empates.
- O Boca Júnior contratou esse novo treinador e me fez o convite para ficar como auxiliar. Eu preferi não aceitar e saí. Melhor assim. Achei que a missão já estava cumprida, classificamos, o trabalho foi feito, mesmo muitas pessoas não acreditando pelo fato de eu ser novo. Vou aproveitar esse tempo para continuar estudando, eu gosto de estudar, disse Ricardo Pereira.
O curioso é que, dos seis times classificados para o hexagonal, quatro trocaram de treinador desde o último domingo. Givanildo Sales deixou o Olímpico para assumir o Lagarto, o Olímpico contratou Índio. Gilberto Pereira foi demitido do Itabaiana, que ainda não anunciou substituto, e agora Ricardo Pereira, teve a saída confirmada pelo Boca.

Além do Itabaiana que dispensou Gilberto Pereira, o Boca Junior, adversário do time serrano esta noite no Etelvino Mendonça, também demitiu o seu treinador. Ricardo Pereira perdeu o comando da equipe estanciana. A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira pelo próprio treinador. A diretoria do time de Estância contratou Aldo França para o lugar dele. O novo comandante já fez o primeiro trabalho com o grupo. Ricardo dirigiu o Boca em cinco partidas durante a primeira fase, foram duas vitórias, uma derrota e dois empates.
- O Boca Júnior contratou esse novo treinador e me fez o convite para ficar como auxiliar. Eu preferi não aceitar e saí. Melhor assim. Achei que a missão já estava cumprida, classificamos, o trabalho foi feito, mesmo muitas pessoas não acreditando pelo fato de eu ser novo. Vou aproveitar esse tempo para continuar estudando, eu gosto de estudar, disse Ricardo Pereira.
O curioso é que, dos seis times classificados para o hexagonal, quatro trocaram de treinador desde o último domingo. Givanildo Sales deixou o Olímpico para assumir o Lagarto, o Olímpico contratou Índio. Gilberto Pereira foi demitido do Itabaiana, que ainda não anunciou substituto, e agora Ricardo Pereira, teve a saída confirmada pelo Boca.