Iate afunda ao tentar entrar no Rio Sergipe e italiano escapa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Corpo de Bombeiros e Capitania dos Portos prestaram assistência ao navegador
Corpo de Bombeiros e Capitania dos Portos prestaram assistência ao navegador

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/03/2018 às 23:23:00

 

Um iate de porte particular afundou por volta das 14h de ontem na foz do Rio Sergipe, junto ao Oceano Atlântico, às margens da Praia dos Artistas, na Coroa do Meio (zona sul de Aracaju). A embarcação naufragou depois de bater em um banco de areia, enquanto tentava entrar pelo Rio Sergipe, na direção do Iate Clube de Aracaju. O navegador italiano ElioSomaschi, 69 anos, pilotava sozinho o iate e conseguiu escapar do naufrágio, usando um colete salva-vidas. Ele nadou por cerca de 100 metros até chegar à praia e ser resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros e outra da Capitania dos Portos. 
De acordo com informações do tenente-coronel Hector Monteiro, comandante do Grupamento Marítimo dos Bombeiros (GMar), o italiano tinha saído da base de Aratu, em Salvador (BA) e estava a caminho de Natal (RN). Somaschi resolveu parar em Aracaju para janta e comemorar seu aniversário, completado ontem, mas teria se confundido nas orientações de sua carta náutica e errado o trajeto ao entrar pelo canal do Rio Sergipe. A área conhecida como 'boca da barra' é considerada instável, com bancos de areia presentes em meio a fossos com mais de 20 metros de profundidade.
Com o impacto do choque na areia, o mastro do iate avariou e a embarcação afundou rapidamente. Alguns poucos pertences do italiano foram recuperados, mas os documentos não foram encontrados. Ele não se feriu, mas ficou abalado com o acidente. Seu objetivo era navegar em volta de todo o continente americano, em uma viagem que tinha começado em julho de 2017 no litoral de Santa Catarina.Elio, que já morou no Brasil por 16 anos, foi levado na casa do comandante do GMar e deve providenciar a retirada do iate do fundo do mar, com a contratação de uma empresa especializada. 

Um iate de porte particular afundou por volta das 14h de ontem na foz do Rio Sergipe, junto ao Oceano Atlântico, às margens da Praia dos Artistas, na Coroa do Meio (zona sul de Aracaju). A embarcação naufragou depois de bater em um banco de areia, enquanto tentava entrar pelo Rio Sergipe, na direção do Iate Clube de Aracaju. O navegador italiano ElioSomaschi, 69 anos, pilotava sozinho o iate e conseguiu escapar do naufrágio, usando um colete salva-vidas. Ele nadou por cerca de 100 metros até chegar à praia e ser resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros e outra da Capitania dos Portos. 
De acordo com informações do tenente-coronel Hector Monteiro, comandante do Grupamento Marítimo dos Bombeiros (GMar), o italiano tinha saído da base de Aratu, em Salvador (BA) e estava a caminho de Natal (RN). Somaschi resolveu parar em Aracaju para janta e comemorar seu aniversário, completado ontem, mas teria se confundido nas orientações de sua carta náutica e errado o trajeto ao entrar pelo canal do Rio Sergipe. A área conhecida como 'boca da barra' é considerada instável, com bancos de areia presentes em meio a fossos com mais de 20 metros de profundidade.
Com o impacto do choque na areia, o mastro do iate avariou e a embarcação afundou rapidamente. Alguns poucos pertences do italiano foram recuperados, mas os documentos não foram encontrados. Ele não se feriu, mas ficou abalado com o acidente. Seu objetivo era navegar em volta de todo o continente americano, em uma viagem que tinha começado em julho de 2017 no litoral de Santa Catarina.Elio, que já morou no Brasil por 16 anos, foi levado na casa do comandante do GMar e deve providenciar a retirada do iate do fundo do mar, com a contratação de uma empresa especializada.