"A sessão da quarta-feira foi uma Ópera de Bufões com atores canastrões", afirmou Bittencourt

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/03/2018 às 22:07:00

 

Na Plenária da Câmara Municipal de Aracaju desta quinta-feira, o vereador Professor Bittencourt (PCdoB), líder do prefeito, criticou a postura dos cinco parlamentares que estiveram presentes na última quarta-feira, mesmo com a determinação da mesa diretora que não haveria sessão. 
 
"Classifico o episódio como inoportuno e desproporcional, com uma carga expressiva de desrespeito aos demais vereadores (inclusive da oposição) que se ausentaram por uma motivação justa de solidariedade a uma servidora muito querida. Mas, cada um é senhor de si e deve assumir a responsabilidade dos seus atos. O presidente, certamente, deve tomar a postura que entender ser a mais correta", afirmou Bittencourt, explicando que a sessão foi desproporcional e danosa.
"A tal sessão abriu um precedente desrespeitoso para a Câmara de Vereadores. A discordância é referência fundamental neste espaço, com a diversidade, pluralidade de opiniões e posicionamentos. Porém, não se pode fazer do parlamento algo que façam o que quiser", complementou.
Bittencourt rebateu, também, às críticas sobre seu pronunciamento em uma emissora de rádio, onde disse que 'a sessão se tratou de uma Ópera de Bufões com atores canastrões'. "Ninguém tem a obrigação de saber o significado das expressões,mas tem o dever de, antes de efetuar qualquer leviandade a cerca da fala do outro, buscar a informação para que construir seus argumentos. A sessão de ontem foi um espetáculo do ponto de vista da negatividade, com atores ruins e uma opera aos moldes da antiguidade daqueles que não tratavam as coisas com seriedade. Ou seja, não existiu seriedade naquele comportamento dos colegas", traduziu o parlamentar. 
Sobre a hipótese da suspensão da sessão comprometer a instalação da CPI do Lixo, Bittencourt disse que "a CPI será instalada e não será um dia ou meio dia que implicará. Achar que seria a suspensão será uma manobra, é subestimar a inteligência dos vereadores, daqueles da oposição que não vieram, e superestimar a capacidade de inteligência dos que se fizeram presentes. Um dia a mais ou a menos, a CPI será instalada e respeitaremos isso com toda transparência e tranquilidade."

Na Plenária da Câmara Municipal de Aracaju desta quinta-feira, o vereador Professor Bittencourt (PCdoB), líder do prefeito, criticou a postura dos cinco parlamentares que estiveram presentes na última quarta-feira, mesmo com a determinação da mesa diretora que não haveria sessão.  "Classifico o episódio como inoportuno e desproporcional, com uma carga expressiva de desrespeito aos demais vereadores (inclusive da oposição) que se ausentaram por uma motivação justa de solidariedade a uma servidora muito querida. Mas, cada um é senhor de si e deve assumir a responsabilidade dos seus atos. O presidente, certamente, deve tomar a postura que entender ser a mais correta", afirmou Bittencourt, explicando que a sessão foi desproporcional e danosa.
"A tal sessão abriu um precedente desrespeitoso para a Câmara de Vereadores. A discordância é referência fundamental neste espaço, com a diversidade, pluralidade de opiniões e posicionamentos. Porém, não se pode fazer do parlamento algo que façam o que quiser", complementou.
Bittencourt rebateu, também, às críticas sobre seu pronunciamento em uma emissora de rádio, onde disse que 'a sessão se tratou de uma Ópera de Bufões com atores canastrões'. "Ninguém tem a obrigação de saber o significado das expressões,mas tem o dever de, antes de efetuar qualquer leviandade a cerca da fala do outro, buscar a informação para que construir seus argumentos. A sessão de ontem foi um espetáculo do ponto de vista da negatividade, com atores ruins e uma opera aos moldes da antiguidade daqueles que não tratavam as coisas com seriedade. Ou seja, não existiu seriedade naquele comportamento dos colegas", traduziu o parlamentar. 
Sobre a hipótese da suspensão da sessão comprometer a instalação da CPI do Lixo, Bittencourt disse que "a CPI será instalada e não será um dia ou meio dia que implicará. Achar que seria a suspensão será uma manobra, é subestimar a inteligência dos vereadores, daqueles da oposição que não vieram, e superestimar a capacidade de inteligência dos que se fizeram presentes. Um dia a mais ou a menos, a CPI será instalada e respeitaremos isso com toda transparência e tranquilidade."