Acusado por homicídios em Propriá morre durante operação em AL

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/03/2018 às 22:12:00

 

Uma ação desencadeada na madrugada deontem pelas equipes da Delegacia Regional de Propriá (Baixo São Francisco), em parceria com a Polícia Civil de Alagoas, resultou na morte de um homem identificado como Bruno Camilo Dantas. Ele foi morto após reagir a uma abordagem policial e ser baleado, no município de Igreja Nova (AL), próximo à divisa com Sergipe. Bruno Camilo é acusado de diversos crimes na região do Baixo São Francisco, inclusive é apontado como o responsável por pelos menos dois homicídios e uma tentativa em Propriá.
De acordo com o delegado Antônio Wellington, Bruno Camilo estava escondido em uma residência localizada no povoado Chinaré, quando recebeu a visita de policiais civis lotados na Delegacia Regional de Penedo, sob o comando do delegado Gustavo Xavier, e de agentes da Regional de Propriá."Ao perceber a aproximação da polícia, Bruno Camilo acabou reagindo, deflagrando vários disparos em direção aos agentes. No revide, ele acabou atingido e socorrido até o hospital, mas acabou não resistindo aos ferimentos, vindo a óbito. Com ele apreendemos um revólver com três munições", explicou Antônio Wellington.
Ainda segundo o delegado de Propriá, Bruno Camilo é apontado como o responsável por pelos menos dois homicídios e uma tentativa em Propriá. "Um desses homicídios foi cometido contra um homem conhecido como 'Andinho', durante a festa de Bom Jesus dos Navegantes, no município sergipano. Ele teria efetuado o crime utilizando uma pistola calibre 9mm, armamento de uso exclusivos das forças de segurança, além de ter sido na presença de muitas testemunhas", concluiu.

Uma ação desencadeada na madrugada deontem pelas equipes da Delegacia Regional de Propriá (Baixo São Francisco), em parceria com a Polícia Civil de Alagoas, resultou na morte de um homem identificado como Bruno Camilo Dantas. Ele foi morto após reagir a uma abordagem policial e ser baleado, no município de Igreja Nova (AL), próximo à divisa com Sergipe. Bruno Camilo é acusado de diversos crimes na região do Baixo São Francisco, inclusive é apontado como o responsável por pelos menos dois homicídios e uma tentativa em Propriá.
De acordo com o delegado Antônio Wellington, Bruno Camilo estava escondido em uma residência localizada no povoado Chinaré, quando recebeu a visita de policiais civis lotados na Delegacia Regional de Penedo, sob o comando do delegado Gustavo Xavier, e de agentes da Regional de Propriá."Ao perceber a aproximação da polícia, Bruno Camilo acabou reagindo, deflagrando vários disparos em direção aos agentes. No revide, ele acabou atingido e socorrido até o hospital, mas acabou não resistindo aos ferimentos, vindo a óbito. Com ele apreendemos um revólver com três munições", explicou Antônio Wellington.
Ainda segundo o delegado de Propriá, Bruno Camilo é apontado como o responsável por pelos menos dois homicídios e uma tentativa em Propriá. "Um desses homicídios foi cometido contra um homem conhecido como 'Andinho', durante a festa de Bom Jesus dos Navegantes, no município sergipano. Ele teria efetuado o crime utilizando uma pistola calibre 9mm, armamento de uso exclusivos das forças de segurança, além de ter sido na presença de muitas testemunhas", concluiu.