Polícia Civil cumpre mandado de prisão em Itaporanga D' Ajuda

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/03/2018 às 22:15:00

 

Policiais civis lotados na Delegacia de Itaporanga D'Ajuda (Sul) deram cumprimento ontem ao mandado de prisão em desfavor de João Resende Rodrigues, o'João da Oficina', 52 anos, acusado pelo crime de homicídio.De acordo com a delegada Mariana Amorim, o crime ocorreu no dia 06 de fevereiro de 2016, momento em que a vítima, identificada como Dorgival Falcão Melo, saiu em seu veículo do município de Itaporanga D'Ajuda com destino a Boquim, a fim de receber uma quantia que João lhe devia. "Depois disso, nunca mais se teve notícias de Dorgival nem do veículo utilizado por ele. Por conta disso, foi iniciado uma investigação policial para averiguar o que teria ocorrido", explicou.
Ainda de acordo com Mariana Amorim, no andamento dos trabalhos, que contou com o apoio de equipes da Divisão de Inteligência da Polícia Civil (DIPOL), foi constatado que João, juntamente com outros indivíduos do Estado da Bahia, teria participado do desaparecimento da vítima. "A investigação apontou não só a participação de João mas também de outros indivíduos, já identificados. Com a prisão de João, estamos certos de que os demais envolvidos no crime serão localizados o mais breve possível; como também continuaremos os trabalhos no intuito de localizar tanto o corpo da vítima como o seu carro", finalizou.

Policiais civis lotados na Delegacia de Itaporanga D'Ajuda (Sul) deram cumprimento ontem ao mandado de prisão em desfavor de João Resende Rodrigues, o'João da Oficina', 52 anos, acusado pelo crime de homicídio.De acordo com a delegada Mariana Amorim, o crime ocorreu no dia 06 de fevereiro de 2016, momento em que a vítima, identificada como Dorgival Falcão Melo, saiu em seu veículo do município de Itaporanga D'Ajuda com destino a Boquim, a fim de receber uma quantia que João lhe devia. "Depois disso, nunca mais se teve notícias de Dorgival nem do veículo utilizado por ele. Por conta disso, foi iniciado uma investigação policial para averiguar o que teria ocorrido", explicou.
Ainda de acordo com Mariana Amorim, no andamento dos trabalhos, que contou com o apoio de equipes da Divisão de Inteligência da Polícia Civil (DIPOL), foi constatado que João, juntamente com outros indivíduos do Estado da Bahia, teria participado do desaparecimento da vítima. "A investigação apontou não só a participação de João mas também de outros indivíduos, já identificados. Com a prisão de João, estamos certos de que os demais envolvidos no crime serão localizados o mais breve possível; como também continuaremos os trabalhos no intuito de localizar tanto o corpo da vítima como o seu carro", finalizou.