Eliane como vice

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Se vivo estivesse, o ex-governador Marcelo Déda completaria nesse domingo 58 anos. Sem esquecê-lo, o governador Jackson Barreto inaugura amanhã, às 17h, o monumento a Marcelo Déda, no Parque da Sementeira. Haverá show pirotécnico e artístico. Segundo Jack
Se vivo estivesse, o ex-governador Marcelo Déda completaria nesse domingo 58 anos. Sem esquecê-lo, o governador Jackson Barreto inaugura amanhã, às 17h, o monumento a Marcelo Déda, no Parque da Sementeira. Haverá show pirotécnico e artístico. Segundo Jack

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 09/03/2018 às 23:12:00

 

Viúva de Marcelo Déda, a vice-prefeita Eli
ane Aquino (PT) vira e mexe tem seu 
nome citado para ser candidata a vice de Belivaldo Chagas. Agora, especula-se que pode ser vice de Valadares Filho (PSB).
No atual cenário político, isso só terá chance de ocorrer se o presidente estadual do PT, Rogério Carvalho, ficar inelegível para disputar as eleições deste ano pela condenação por improbidade administrativa resultante de negligência funcional e dispensas impróprias de licitações, quando secretário da Saúde no governo Déda.
Rogério é o candidato do PT para a chapa majoritária e continua trabalhando seu nome para concorrer ao Senado. Tem se reunido com lideranças políticas, com a militância e acompanhando o governador em inaugurações pela capital e interior.
Ontem mesmo esteve em Itabaiana, com o governador Jackson Barreto (MDB) e o vice Belivaldo Chagas, participando da solenidade de assinatura da Ordem de Serviço para implantação de sistema de irrigação nos perímetros irrigados Poção da Ribeira e Jacarecica I, um investimento de R$ 14 milhões.
Rogério iniciou uma agenda de caminhada nos bairros de Aracaju defendendo o direito de Lula ser candidato a presidente. Já esteve com a militância do PT e lideranças do partido no Coqueiral e no Orlando Dantas.   
A convite do deputado federal Fábio Mitidieri, Belivaldo caminha para se filiar ao PSD até o final do mês visando resolver o problema de acomodação na chapa majoritária, quando PSD, PT e PRB pleiteiam espaço.
A sua ida para o PSD é meio-caminho andado para manter a unidade do agrupamento político. Ocorrendo isso, não haverá impedimento para Belivaldo ser o candidato a governador tendo o PRB como vice, que pode ser Heleno Silva, se puder ser candidato, ou Ivan Leite, no caso de Heleno ficar inelegível por uma condenação na compra de ambulâncias. O PRB pleiteia uma vaga para o Senado, mas aceita a vice.
O
 MDB estaria contemplado na chapa com a candidatura de Jackson Barreto ao Senado, assim como o PT com a candidatura a senador de Rogério Carvalho. O presidente do PDT, Fábio Henrique, tem declarado que o seu partido só pleiteia acordo político para sua candidatura a deputado federal.
Com essa grande probabilidade de composição, Eliane Aquino, apesar de ser um bom nome para candidata a vice-governadora, dificilmente será vice de alguém nas eleições deste ano. Sem falar que o seu desejo e vontade política nas eleições deste ano é ser candidata a deputada federal e, consequentemente, ser eleita diretamente pelo voto do povo e com legitimidade para representá-lo em Brasília, onde reside seus familiares.
Agora é esperar para ver! As conversas vão continuar ocorrendo de todo mundo com todo mundo, mas só serão aprofundadas a partir do dia 6 de abril, quando o governador Jackson Barreto deve se desincompatibilizar do cargo e Belivaldo assumir o governo.

Viúva de Marcelo Déda, a vice-prefeita Eli ane Aquino (PT) vira e mexe tem seu  nome citado para ser candidata a vice de Belivaldo Chagas. Agora, especula-se que pode ser vice de Valadares Filho (PSB).
No atual cenário político, isso só terá chance de ocorrer se o presidente estadual do PT, Rogério Carvalho, ficar inelegível para disputar as eleições deste ano pela condenação por improbidade administrativa resultante de negligência funcional e dispensas impróprias de licitações, quando secretário da Saúde no governo Déda.
Rogério é o candidato do PT para a chapa majoritária e continua trabalhando seu nome para concorrer ao Senado. Tem se reunido com lideranças políticas, com a militância e acompanhando o governador em inaugurações pela capital e interior.
Ontem mesmo esteve em Itabaiana, com o governador Jackson Barreto (MDB) e o vice Belivaldo Chagas, participando da solenidade de assinatura da Ordem de Serviço para implantação de sistema de irrigação nos perímetros irrigados Poção da Ribeira e Jacarecica I, um investimento de R$ 14 milhões.
Rogério iniciou uma agenda de caminhada nos bairros de Aracaju defendendo o direito de Lula ser candidato a presidente. Já esteve com a militância do PT e lideranças do partido no Coqueiral e no Orlando Dantas.   
A convite do deputado federal Fábio Mitidieri, Belivaldo caminha para se filiar ao PSD até o final do mês visando resolver o problema de acomodação na chapa majoritária, quando PSD, PT e PRB pleiteiam espaço.
A sua ida para o PSD é meio-caminho andado para manter a unidade do agrupamento político. Ocorrendo isso, não haverá impedimento para Belivaldo ser o candidato a governador tendo o PRB como vice, que pode ser Heleno Silva, se puder ser candidato, ou Ivan Leite, no caso de Heleno ficar inelegível por uma condenação na compra de ambulâncias. O PRB pleiteia uma vaga para o Senado, mas aceita a vice.O MDB estaria contemplado na chapa com a candidatura de Jackson Barreto ao Senado, assim como o PT com a candidatura a senador de Rogério Carvalho. O presidente do PDT, Fábio Henrique, tem declarado que o seu partido só pleiteia acordo político para sua candidatura a deputado federal.
Com essa grande probabilidade de composição, Eliane Aquino, apesar de ser um bom nome para candidata a vice-governadora, dificilmente será vice de alguém nas eleições deste ano. Sem falar que o seu desejo e vontade política nas eleições deste ano é ser candidata a deputada federal e, consequentemente, ser eleita diretamente pelo voto do povo e com legitimidade para representá-lo em Brasília, onde reside seus familiares.
Agora é esperar para ver! As conversas vão continuar ocorrendo de todo mundo com todo mundo, mas só serão aprofundadas a partir do dia 6 de abril, quando o governador Jackson Barreto deve se desincompatibilizar do cargo e Belivaldo assumir o governo.

Data definida

Em conversa ontem com a coluna, o governador Jackson Barreto (MDB) declarou que deixa o governo no próximo dia 6 de abril "se não tiver nenhum acidente de percurso".  Revelou que até lá estará trabalhando, inaugurando obras e assinando ordem de serviço.

 

Ações de governo 1

JB ressaltou que no próximo dia 27 de março estará assinando a ordem de serviço para a reforma do Teatro Tobias Barreto e a Biblioteca Pública Epifânio Dória, numa parceria com a empresa Celse, que está construindo a Termoéletrica da Barra dos Coqueiros. "Ontem assinei a ordem de serviço para a reforma do Arquivo Público, também em parceria com a Celse. Na próxima semana vamos inaugurar o Largo da Gente Sergipana. Isso mostra um compromisso social e um avanço grande na área cultural", frisou.

 

Ações de governo 2  

O governador citou ainda a obra do Governo do Estado para interligação das avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto, na Tancredo Neves, e do Porto Dantas que vai inaugurar nos próximos dias. "São R$ 100 milhões investidos na capital, que vão melhorar a mobilidade urbana. Será um grande presente para Aracaju no seu aniversário", afirmou.

 

Deso

Jackson Barreto garantiu ontem à coluna que em momento algum o deputado estadual Gustinho Ribeiro (PRP) condicionou a sua permanência na base aliada para as eleições deste ano a indicação do diretor presidente da Deso, em substituição a Carlos Melo.

 

Saúde 1

JB também negou que os deputados Zezinho Guimarães (MDB), Jairo de Glória (PRB) e Gustinho Ribeiro (PRP) tenham pressionado pela saída de Almeida Lima da Secretaria da Saúde, em razão da pré-candidatura do seu genro Breno Silveira a deputado estadual.

 

Saúde 2

Segundo Jackson, eles foram ao palácio tratar da formação da chapa proporcional, pedindo que convença os aliados a ter o chapão, e não chapinhas, para deputado estadual como terá para deputado federal.

 

Nega pressão...

Do deputado Zezinho Guimarães com relação também à nota publicada na coluna de que teria pedido a JB a saída de Almeida da Saúde, conforme informação recebida: "Mentira deslavada de um fofoqueiro ou fofoqueira que fica querendo agradar ao rei e planta mentiras. Em momento algum conversei com Jackson sobre Almeida".

 

...e alfineta aliado

Zezinho disse que tratou com JB da formação de chapinhas, quando fez a defesa do chapão. "Chapinha não representa a vontade do eleitor. Zezinho [Sobral] ao invés de está plantando chapinhas, devia tá tratando de sua candidatura e não querendo se esconder atrás de subterfúgio para ganhar as eleições. Candidato que tem medo de disputar eleição devia ir para casa, desistir de concorrer. Ele, que já foi secretário da Indústria e Comércio, da Saúde e da Inclusão Social não devia ter medo".

 

Ponto de vista

No entendimento do presidente estadual do PdT, ex-prefeito Fábio Henrique, Belivaldo Chagas (MDB) assumindo o governo será o líder político do agrupamento da base governista no processo eleitoral. Ele é quem vai conduzir as composições.

 

Apoio a Belivaldo

Neste sábado o presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo (MDB), receberá amigos para um almoço de confraternização em apoio à pré-candidatura de Belivaldo. Será a partir das 11h, no BNB de Itabaiana.  O governador Jackson Barreto estará presente, mas antes visitará as obras de duplicação da Avenida Euclides Figueiredo e da interligação da Avenida Augusto Franco à Avenida Gasoduto.

 

O que falar

Chegou à coluna a informação de que na semana passada o secretário Almeida Lima (Saúde) recebeu em sua residência, para um café, o deputado federal André Moura (PSC). André foi levado pelo genro de Almeida, Breno Silveira, que é pré-candidato a deputado estadual e já declarou publicamente que vota em Moura para o Senado.

 

Dias em Sergipe 1

O pré-candidato a presidente da República, senador Álvaro Dias (Podemos), teve uma agenda cheia ontem em Aracaju. Concedeu entrevista a imprensa, visitou o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), almoçou com empresários e se reuniu com lideranças do partido em Sergipe, no plenário da Assembleia Legislativa.

 

Dias em Sergipe 2

Nas entrevistas, Álvaro disse que o país precisa de mudanças, que o sistema atual fracassou, que tem que ser substituído e que isso se chama "refundação da República". O senador esteve sempre acompanhado pelo presidente do Podemos em Sergipe, Zezinho Sobral, sendo o primeiro presidenciável a vir a Sergipe este ano.

 

Disputa ao Planalto  

O país tem hoje 11 pré-candidatos ao Planalto. Já tiveram seus nomes  lançados: Lula (PT), Rodrigo Maia (DEM), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Manuela D'Ávila (PCdoB), Henrique Meirelles (PSD), Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede), João Amoêdo (Novo) e Álvaro Dias (Podemos). Hoje o PSOL o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, como pré-candidato.

 

Com prefeitos 1

Diversos prefeitos foram recebidos ontem pelo deputado federal André Moura, em seu escritório de Aracaju. "Vou continuar a trabalhar em prol de Sergipe. Converso com todos que me procuram. Como sempre digo, defendo acima de tudo a bandeira da sergipanidade. Espero conseguir atender a todos eles o mais breve possível", declarou.

 

Com prefeitos 2

Estiveram ontem com André os prefeitos de Carmópolis, Aquidabã, Cristinápolis, Divina Pastora, Graccho Cardoso, Japoatã, Macambira, Indiaroba, Maruim, Porto da Folha, Simão Dias e Umbaúba. Além dos vice-prefeitos de Iabaianinha, Tobias Barreto e Umbaúba e alguns vereadores.

 

Grande evento no DF 

Prefeitos de Sergipe e do país estarão em Brasília na próxima segunda-feira. Vão participar, no Palácio do Planalto, da solenidade de assinatura dos primeiros convênios para implantação do programa Internet para Todos nos municípios. Segundo o ministro Gilberto Kassab, a expectativa é que 2 mil prefeituras assinem os contratos neste dia e, com isso, recebam as antenas que levarão banda larga às localidades hoje sem conectividade.

Veja essa...

Do senador Antônio Carlos Valadares (PSB) alfinetando, indiretamente pelas redes sociais, o agrupamento político do senador Eduardo Amorim (PSDB) e do deputado federal André Moura (PSC): "Há na política de Sergipe um movimento de cooptação de partidos que, na aparência, atua para juntar os contrários em favor das "mudanças", com adesões sem limites e promessas mirabolantes. Junções contraditórias que não somam se não enaltecerem a ética e ocultarem os malfeitos".

Curtas

O deputado Moritos Matos deixa hoje o PROS e se filia a Rede, a partir das 14h30, no plenário da Assembleia Legislativa. "Mudo de partido, pois no cenário político atual a Rede mostra-se forte e integrado para disputar, de forma justa e igualitária, segundo a legislação eleitoral atual, as difíceis eleições deste ano".

 

Moritos é o primeiro deputado estadual a trocar de partido, por conta da janela partidária aberta no último dia 7 de março.

 

Do pré-candidato a governador Mendonça Prado: "Estou muito feliz com o novo momento do Democratas no Brasil. ACM Neto na presidência do partido e Rodrigo Maia lançado pré-candidato a presidente da República, significa dizer que chegou a hora da nova geração".

 

Será lançado no próximo dia 24 de março o movimento Acredito, a partir das 9h, no plenário da Assembleia Legislativa. Contará com a presença de um representante nacional do Acredito, de lideranças jovens e representantes da sociedade civil organizada.

 

O Acredito é um movimento de renovação política nacional e suprapartidário, cujo objetivo é promover, em 10 anos, uma mudança positiva nas ideias e práticas do Congresso Nacional e da política do país.