CELSE firma compromisso para recuperar Arquivo Público de Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/03/2018 às 23:16:00

 

A CELSE - Centrais Elétricas de Sergipe S.A., responsável pela implantação do Complexo Termoelétrico Porto de Sergipe I, assinou nesta sexta-feira (9) compromisso com o governo estadual para reforma do Teatro Tobias Barreto, do complexo da Biblioteca Pública Epifânio Dória e do Arquivo Público de Sergipe.
"Como uma empresa orgulhosa de sua origem, entendemos que também é nossa responsabilidade colaborar com a preservação da cultura sergipana. Com a recuperação desses importantes espaços públicos de Aracaju, em parceria coma Secretaria de Estado da Cultura, reforçamos o comprometimento com nossa comunidade", afirma Pedro Litsek, presidente da Celse.
As obras serão iniciadas pelo Arquivo Público e incluem 17 pontos de melhorias, entre elas, pintura e recuperação da fachada, criação de entrada acessível para deficientes, renovação das instalações elétricas e hidrossanitárias, e entrega de novas poltronas para o Anfiteatro. O projeto desta primeira etapa deve ser finalizado e entregue à comunidade sergipana até outubro. Nas etapas seguintes, serão reformados os prédios da Biblioteca Epifânio Dória e do Teatro Tobias Barreto, ambos ainda em fase de estudo e orçamento.
O Arquivo Público de Sergipe ocupa desde 1974 o Palácio Carvalho Neto, construído em 1936 em estilo rococó. Já o prédio da Biblioteca Epifânio Dória, no início da década de 1970, é um símbolo da arquitetura moderna em Aracaju. O Teatro Tobias Barreto é o mais novo e maior do Estado.
"A assinatura do compromisso é um momento especial de nosso relacionamento com a sociedade. Somos uma empresa jovem e que ainda vai contribuir muito com o desenvolvimento do Estado ", afirma Edio Rodenheber, diretor de Operações da CELSE.

A CELSE - Centrais Elétricas de Sergipe S.A., responsável pela implantação do Complexo Termoelétrico Porto de Sergipe I, assinou nesta sexta-feira (9) compromisso com o governo estadual para reforma do Teatro Tobias Barreto, do complexo da Biblioteca Pública Epifânio Dória e do Arquivo Público de Sergipe.
"Como uma empresa orgulhosa de sua origem, entendemos que também é nossa responsabilidade colaborar com a preservação da cultura sergipana. Com a recuperação desses importantes espaços públicos de Aracaju, em parceria coma Secretaria de Estado da Cultura, reforçamos o comprometimento com nossa comunidade", afirma Pedro Litsek, presidente da Celse.
As obras serão iniciadas pelo Arquivo Público e incluem 17 pontos de melhorias, entre elas, pintura e recuperação da fachada, criação de entrada acessível para deficientes, renovação das instalações elétricas e hidrossanitárias, e entrega de novas poltronas para o Anfiteatro. O projeto desta primeira etapa deve ser finalizado e entregue à comunidade sergipana até outubro. Nas etapas seguintes, serão reformados os prédios da Biblioteca Epifânio Dória e do Teatro Tobias Barreto, ambos ainda em fase de estudo e orçamento.
O Arquivo Público de Sergipe ocupa desde 1974 o Palácio Carvalho Neto, construído em 1936 em estilo rococó. Já o prédio da Biblioteca Epifânio Dória, no início da década de 1970, é um símbolo da arquitetura moderna em Aracaju. O Teatro Tobias Barreto é o mais novo e maior do Estado.
"A assinatura do compromisso é um momento especial de nosso relacionamento com a sociedade. Somos uma empresa jovem e que ainda vai contribuir muito com o desenvolvimento do Estado ", afirma Edio Rodenheber, diretor de Operações da CELSE.